×
Publicado em
23 de dez de 2020
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Japonesa Onward vende Onward Luxury Group aos seus executivos

Publicado em
23 de dez de 2020

É a vez do grupo japonês Onward reestruturar suas atividades, se separando de sua divisão de luxo na Europa, Onward Luxury Group (OLG), que produz e distribui as coleções de vestuário e calçado de luxo de várias marcas. OLG subsidiária europeia do grupo japonês homônimo acaba de ser adquirida através de uma oferta pública de aquisição pelo seu presidente Fabio Ducci, pelo diretor financeiro, Antonello Orunesu Preiata, e pelo presidente histórico da OLG, Franco Pené, através da empresa Nemo srl, por uma quantia não revelada.


Rochas, uma das marcas licenciadas geridas pelo OLG - © PixelFormula


"Assumimos toda a parte industrial do OLG, incluindo as fábricas de calçados, couro e vestuário, além dos seus três showrooms em Milão, Paris e Nova York. Todos os acordos de licença permanecem em vigor e informamos nossos clientes sobre a transação. Estamos agora trabalhando em um projeto de relançamento, que esperamos revelar em janeiro", disse Fabio Duccim ao FashionNetwork.com. Duccim mantém o papel de presidente da nova entidade, rebatizada para High Italian Manufacturing Co.

Como salientou, foi necessária uma reestruturação "após 10 meses de coronavírus", e os gestores aproveitaram a oportunidade apresentada pela Onward, que já não está concentrada no luxo e no made in Italy

A nova empresa representa um volume de negócios de cerca de 85 milhões de euros. Especificamente, a empresa tem dois fabricantes de calçados nas regiões do Veneto e Puglia, uma fábrica de vestuário perto de Bergamo na Lombardia, e uma participação maijoritária na Frassineti, Toscana, um fabricante de artigos de couro especializado em bolsas e o fabricante de malhas Maglificio Erika, na região do Veneto.

Ao mesmo tempo, a empresa é proprietária de pequenas marcas como a F_wd shoes, Carlotha Ray e Maria Luca, da designer Carlotta de Luca. Em termos de licenças, o grupo produz as coleções de sapatos da Rochas, Mulberry, See by Chloé, Proenza Schouler, JW Anderson, Francesco Russo e Elie Saab.  No vestuário, ela é responsável pelo licenciamento da Rochas, Michael Kors, Brock Collection e Elie Saab para o prêt-à-porter


Elie Saab, marca licenciada pela OLG


Por outro lado, a OLG já não gere a Jil Sander desde 2019, que passou a fazer parte da Onward Italy, a filial italiana do grupo japonês.  De acordo com boatos, o grupo Onward, que mudou de gestão no ano passado, também estaria em busca de um comprador para a marca alemã. 
 
A empresa OLG, adquirida pela Onward em 1989, se chamava Gibò. Historicamente, ela fabricava bolsas em Florença, mas rapidamente mudou para moda feminina com Giorgio Armani, responsável pela concepção de suas coleções, e partiu nos anos 80 do século 20 graças a Jean Paul Gaultier, com quem trabalhou desde o início. Em 1993, os japoneses confiaram sua gestão a Franco Pené, que a tornou uma referência italiana na fabricação de coleções muito sofisticadas (Marras, Jacobs, Galliano, Cavalli, etc.) e foi responsável pelo lançamento de inúmeros designers.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.