×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
28 de out. de 2019
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Jacopo Venturini deixa a Gucci

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
28 de out. de 2019

Gucci perde Jacopo Venturini, um dos quatro principais gestores da direção que trabalham sob a supervisão direta do CEO Marco Bizzarri. Venturini deixa a empresa a partir de hoje, conforme confirmou à FashionNetwork.com um porta-voz da marca. Este último havia chegado em 2015 à casa de luxo do grupo Kering, como responsável de merchandising. Em 2018, foi promovido a vice-presidente executivo de merchandising & global markets.
 

O último desfile da Gucci em Milão - © PixelFormula


Esta promoção ocorreu no ano passado no âmbito de uma profunda reorganização na administração da empresa, agora assente em quatro pilares executivos: o ramo ocupado por Jacopo Venturini, o departamento Indirect channels, outlet and travel retail, seguido por Piero Braga, a divisão Brand & customer engagement, gerida por Robert Triefus, e o polo Digital business & innovation, liderado por Nicolas Oudinot.
 
Tratava-se de um cargo chave, onde Jacopo Venturini desempenhou um papel fundamental ao lado de Alessandro Michele para colocar em destaque a nova visão estética da casa, enquanto agia como intermediário entre as necessidades do mercado, as exigências da empresa e o trabalho do diretor artístico.

Antes de ingressar na Gucci, o gestor italiano, que conta com uma vasta experiência no luxo, trabalhou durante sete anos na Valentino como diretor mundial de pronto-a-vestir. Anteriormente, dirigira a atividade de merchandising na Prada.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.