×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
29 de ago. de 2018
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

J.Crew Group retoma o crescimento no primeiro semestre de 2018

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
29 de ago. de 2018

Poucos dias antes do relançamento de sua principal marca, prevista para 10 de setembro, o grupo americano J.Crew anunciou em 29 de agosto que voltou a crescer pela primeira vez em quatro anos. Suas vendas aumentaram 3% nos primeiros seis meses do ano fiscal atual, iniciado em 4 de fevereiro.


J.Crew Group reduz drasticamente as perdas no início do ano. - Instagram: @jcrew


No segundo trimestre do ano fiscal de 2018/19, as vendas do grupo de moda somaram 587,6 milhões de dólares, com vendas comparáveis ​​em alta de 5%, após uma queda de 5% no mesmo período no ano passado.

Enquanto as vendas da marca J.Crew caíram 5%, para 428,9 milhões de dólares, a principal marca do grupo teve um aumento de 1% em suas vendas comparáveis, após uma queda de 8% no segundo trimestre de 2017. A Madewell, por sua vez, continua sendo um elemento positivo para a empresa, com um aumento de 29% nas vendas para 121,7 milhões de dólares, bem como um crescimento de 28% nas vendas comparáveis.

Graças, em parte, ao aumento das vendas, a empresa conseguiu reduzir seu prejuízo líquido para 6,1 milhões de dólares no trimestre, em comparação com 18,5 milhões de dólares no ano passado.

"Nossos resultados financeiros refletem o crescimento de nossas vendas, a progressão contínua da margem bruta, e uma mudança significativa em relação aos custos do ano passado, que foram então necessários para reestruturar nossas operações, e substituídos por investimentos neste ano, para apoiar nosso plano ambicioso de crescimento estratégico, que acreditamos que nos permitirá expandir e retomar a lucratividade no próximo ano", afirmou Jim J. Brett, CEO da J.Crew, em um comunicado.

No primeiro semestre do ano fiscal, as vendas do grupo aumentaram 3%, para 1,13 bilhão de dólares, ou 3%, em bases comparáveis. As vendas da J.Crew caíram 6%, para 820,7 milhões de dólares, com queda de 3% nas vendas em mesmas lojas, enquanto a Madewell viu suas vendas aumentarem 34% para 237,5 milhões de dólares, ou 29% em uma base comparável.

As receitas operacionais semestrais atingiram 32,4 milhões de dólares, em comparação com uma perda operacional de 146,3 milhões de dólares em relação ao ano fiscal anterior. O prejuízo líquido foi de 40 milhões de dólares, uma melhora significativa em relação aos 139,5 milhões de dólares de perdas registradas no mesmo período no ano passado.

Durante uma teleconferência com investidores após a publicação dos resultados, Jim Brett também forneceu mais detalhes sobre o relançamento da marca J.Crew. Entre as iniciativas direcionadas para a recuperação da marca, o CEO da empresa destacou a extensão da grade de tamanhos, uma maior diversidade de modelos, o foco na moda sustentável e a introdução de novas sub-marcas, um conjunto de medidas voltadas para as novas tendências de consumo. O executivo também mencionou os novos projetos de diversificação e o desenvolvimento internacional de sua marca mais dinâmica, a Madewell.

O grupo norte-americano conta atualmente com 229 lojas J.Crew ao redor do mundo, 122 lojas Madewell, e 172 lojas de varejo, além de sites de comércio eletrônico para cada uma de suas marcas.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.