J.Crew registra prejuízo em 2018

O J. Crew Group registrou prejuízo líquido de 120,1 milhões de dólares no ano fiscal encerrado em 2 de fevereiro de 2019, uma vez que a marca homônima J.Crew continuou com desempenho fraco em 2018. 


J.Crew registra prejuízo em 2018. - Facebook: Madewell
 
"A marca J.Crew apresentou resultados decepcionantes em 2018, pois muitas das novas estratégias que implementamos não tiveram sucesso e impactaram negativamente nosso desempenho financeiro, enquanto a Madewell gerou mais um ano de resultados recordes, acelerando sua trajetória para se tornar uma marca global de 1 bilhão de dólares”, disse Michael J. Nicholson, presidente e diretor de operações do J. Crew Group.
 
A receita total do ano aumentou 5%, para 2,48 bilhões de dólares, enquanto as vendas comparáveis ​​aumentaram 6%, após uma queda de 6% no ano passado. Por marca, as vendas da J.Crew diminuíram 4% para 1,78 bilhão de dólares e suas vendas comparáveis ​​aumentaram 2%, após uma queda de 10% no ano passado.
 
Assim como nos últimos registros de resultados, a queridinha da empresa, a Madewell, que ajudou a tirar a empresa do buraco, registrou um aumento de 26% nas vendas, para 529,2 milhões de dólares. Da mesma forma, as vendas comparáveis aumentaram 25% após um crescimento de 14% no ano passado.
 
O lucro operacional foi de 0,9 milhão, em comparação com um prejuízo operacional de 116,2 milhões de dólares no ano passado. O resultado decepcionante do ano seguiu-se a um fraco quarto trimestre em 2018. A empresa registrou prejuízo de 74,4 milhões de dólares no quarto trimestre, em comparação com um lucro líquido de 34,7 milhões de dólares no quarto trimestre do ano anterior.
 
As receitas totais durante o trimestre aumentaram 3%, para 733,8 milhões de dólares, enquanto as vendas comparáveis aumentaram 9%, após uma queda de 3% no quarto trimestre do ano passado. Sua marca homônima, J.Crew, viu as vendas caírem 4%, para 527,9 milhões de dólares, enquanto as vendas comparáveis aumentaram 6%. Durante o trimestre, as vendas da Madewell aumentaram 16%, para 157,9 milhões de dólares, e as vendas comparáveis aumentaram 22%.
 
"Apesar do forte desempenho contínuo da Madewell, acreditamos que nossos resultados de 2018 não refletem a oportunidade inerente à força coletiva de nossas marcas icônicas", disse Nicholson. "Consequentemente, tomamos medidas imediatas e decisivas para reorientar nossa estratégia e melhorar o desempenho em 2019 com o objetivo de fazer a J.Crew lucrar novamente e sustentar a Madewell. Por fim, permanecemos altamente focados em gerenciar estoques com mais disciplina e otimizar as despesas de forma agressiva".
 
Em fevereiro deste ano, Chris Benz foi nomeado designer-chefe da marca J. Crew e a empresa ainda está em busca de um novo CEO para substituir Jim Brett, que deixou a companhia de forma abrupta em novembro do ano passado.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER