J.Crew: demissão surpresa do novo CEO

O CEO da J.Crew, Jim Brett, apresentou a sua demissão após apenas 17 meses no cargo, segundo revelou a empresa no sábado. Como prova do quão surpreendente é a sua saída, ainda não há um substituto à vista, pelo que a sua posição será temporariamente preenchida por uma equipa de quatro pessoas.


J.Crew

Brett, que também trabalhou na West Elm, JCPenney, May Company, Anthropologie e Urban Outfitters, aceitou o cargo em junho de 2017 e liderou a mudança de rumo da empresa, que teve, durante o último trimestre, o seu primeiro aumento de vendas em vendas comparáveis em quatro anos.
 
Apesar disso, o seu comunicado de saída deixa claro que houve confrontos com o conselho de administração da empresa a propósito da estratégia e que não foi possível resolver as diferenças.

"Devolver a J.Crew ao seu estatuto de ícone requer a reinvenção da marca para refletir os Estados Unidos de hoje, com um conceito de moda amplo e inclusivo. No entanto, apesar do relançamento da marca já mostrar os primeiros resultados positivos, o conselho de administração e eu não conseguimos chegar a um acordo sobre como continuar com o desenvolvimento da empresa", explicou Brett no documento.
 
Neste momento, ainda ninguém foi escolhido para ocupar o cargo de CEO e a empresa ficará nas mãos de uma equipa de quatro diretores, que inclui o diretor de operações Michael Nicholson, o diretor de experiência Adam Brotman, a diretora administrativa Lynda Markoe e a presidente da Madewell, Libby Wadle. No entanto, será também iniciada a procura por um CEO.

E quem vier a ocupar a posição terá um grande desafio entre mãos. Brett liderou a marca num período de lenta recuperação, após os momentos difíceis vividos durante os últimos anos de atividade do CEO Mickey Drexler e da responsável criativa Jenna Lyons. Mas, apesar de ter reduzido os preços, ampliado o tamanho da oferta e começado a vender a linha de baixo custo Mercantile na Amazon, a empresa ainda não está fora de perigo.

A Madewell obteve os melhores resultados entre todas as marcas da empresa e, embora a J.Crew tenha recuperado o crescimento em vendas comparáveis durante o último trimestre, o aumento foi pequeno e, após vários anos de queda nas vendas, ainda tem um longo caminho a percorrer.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirModa - AcessóriosModa - CalçadosModa - DiversosNomeações
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER