×
894
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Ixel Moda, evento de moda colombiano, apresenta desfile de Ronaldo Fraga

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 14 de out de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Ixel Moda, evento que une educação e a indústria da moda na Colômbia, encerrou sua nona edição em Cartagena com grande sucesso. O evento, que foi realizado de 10 a 12 de outubro, teve uma dúzia de desfiles e mais de sete espaços educativos.


Desfile de Andrés Pajón - El Espectador


Para esta edição, a Ixel Moda teve como ponto de partida a temática do dilema entre criação e inteligência artificial, questionando o estado atual da indústria, o consumo de massa e a sustentabilidade; a fast fashion e a slow fashion; o comércio físico e o digital; entre outros.

Durante os dois dias de evento, foram realizadas quatro grandes conferências, duas palestras e um grande debate. Entre os palestrantes e convidados internacionais estiveram presentes Roberto Riccio, CEO da Galileo Global Education, que administra escolas como o Instituto Marangoni; Alex Bilbao, da unidade de negócios H&M; Itziar Leguinazabal, da IBM Espanha; Alessandro Manetti, diretor do IED Madrid, entre outros.

O desfile de abertura da Ixel Moda 2019 foi realizado por Andrés Pajón e apresentou a coleção primavera - verão 2020 de sua marca homônima, inspirada em um naufrágio do século 18 em Cartagena. Com 35 looks em tons claros, do bege ao camelo, passando pelo verde oliva, o azul e o preto, a marca imaginou uma mulher elegante, sensual e ousada, com boleros e pregas, linho, seda, estampas e bordados.

Carolina Sepúlveda Village, pioneira da moda sustentável na Colômbia, também apresentou um desfile e preza por coleções minimalistas de grandes volumes, bases naturais e roupas tingidas com plantas.


Aldea - Cámara Lúcida


Judy Hazbún apresentou sua coleção “Universo”, enquanto Erika Quizena recebeu muitos elogios com sua coleção “Mil e Uma Noites”. María Piedad Mercado, por outro lado, estreou no país após colher sucessos no exterior com sua marca MPM; enquanto Mola Mola fundiu a moda dos anos 80 com o sentimento social feminino em uma aposta de moda praia.

O desfile de encerramento ficou a cargo de um dos convidados internacionais, o brasileiro Ronaldo Fraga, que apresentou sua coleção “Poeta da Moda", inspirada na obra “Guerra e Paz” do pintor brasileiro Cândido Portinari, que se inspirava na beleza e guerra de sua terra natal.

Com sua coleção, o estilista brasileiro fez um convite para retomar a moda como meio de expressão, demonstração política e experimentação, com looks muitos variados que incluíam desde roupas de morte de prisioneiros de guerra com estampas de sangue, até delicados vestidos de gala com bordados requintados da fauna amazônica. O desfile foi muito aplaudido pelo público, que incluiu empresários, designers, clientes e acadêmicos.

O congresso latino-americano da moda reúne  a cada dois anos empresários, profissionais, estudantes e professores do Sistema de Moda da Colômbia.
 

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.