×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
28 de set de 2018
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Issey Miyake inventa o “prêt-à-modeler”

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
28 de set de 2018

Golas que inflam e voam ao redor do pescoço, cantos de saias torcidos em espirais, nós que crescem em um ombro, blusas plissadas, uma bolsa que escorrega pela cabeça para se transformar em um chapéu tricorne... Issey Miyake inventou roupas-esculturas para uma moda lúdica “prêt-à-modeler", de acordo com a vontade do momento.

Issey Miyake - Primavera/Verão 2019 - Womenswear - Paris - © PixelFormula


A marca japonesa revelou na sexta-feira (28), durante o desfile de primavera-verão 2019, um novo material inovador, o "Dough Dough", que parece prometer um futuro brilhante em nossas sociedades em perpétuo movimento. Este tecido é feito de polietileno sem ser tratado com vapor, o que lhe permite manter toda a sua flexibilidade. Ao contrário do que se pode pensar, este algodão com um efeito de seda brilhante não contém fio de ferro!
 
"É como massa de modelar. Depois de me concentrar por cinco anos em materiais muito técnicos, como o Steam Stretch, eu queria encontrar a sensação do toque e do trabalho manual que desapareceu em nosso mundo tecnológico. Isso dá liberdade total para quem veste a roupa, dando a ela a oportunidade de criar a forma que ela quiser", explico ao FashionNetwork Yoshiyuki Miyamae, responsável pelo estilo da marca desde 2011.

Saias e blusas com cortes básicos, como simples quadrados planos, tomam forma quando estão no corpo da mulher, que pode franzir, amassar, dobrar, e esticar à vontade, com as próprias mãos. O estilista, portanto, propôs uma série de vestidos, saias e pequenos tops monocromáticos, colocados em suspensórios, cujas formas mudavam de acordo com as modelos.
 

Yoshiyuki Miyamae usa um chapéu de Dough Dough - FashionNetwork.com ph Dominique Muret


"Por enquanto, os acessórios oferecem mais possibilidades, como os chapéus e as bolsas, porque você pode realmente obter todas as formas que deseja, dobrando ou levantando uma borda, por exemplo", explica o designer, que deseja continuar as suas explorações em torno deste novo material em suas coleções futuras. "Eu gostaria de desenvolver este mesmo tipo de material maleável em couros e outros tecidos", conclui.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.