×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
12 de mai. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Interparfums registra aumento nos lucros no primeiro trimestre

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
12 de mai. de 2021

A empresa internacional de fragrâncias Inter Parfums, Inc. (Interparfums) reportou um lucro líquido de 27,7 milhões  de dólares no primeiro trimestre, encerrado em 31 de março de 2021, +175% em relação aos 10,1 milhões do ano anterior e +47% ante os 18,9 milhões de 2019. O lucro diluído por ação no trimestre foi de 0,87 dólares, em comparação com 0,32 dólares no mesmo período do ano passado.


O perfume "Alibi", de Oscar de la Renta, foi lançado pela Interparfums no primeiro trimestre - Photo: Interparfums

 
Como observou Jean Madar, presidente e CEO da Interparfums, em um comunicado publicado na segunda-feira (10), devido ao surto de coronavírus "as comparações com o primeiro trimestre do ano passado não são especialmente significativas". Por este motivo, o grupo especialista em fragrâncias forneceu também dados que comparam os seus últimos resultados trimestrais com o período equivalente de 2019.
 
Em comparação com os 18,9 milhões de dólares obtidos no primeiro trimestre de 2019, o lucro líquido da empresa neste primeiro trimestre de 2021 aumentou 47%, enquanto o lucro por ação diluído aumentou 45% de 0,60 dólares.

No primeiro trimestre de 2021, as vendas líquidas da Interparfums totalizaram 198,5 milhões de dólares, o que representa um aumento de 37% em comparação com os 144,8 milhões do mesmo período do ano anterior e 11% em comparação com os 178,2 milhões de dólares do primeiro trimestre de 2019.
 
De acordo com Madar, a empresa teve um desempenho particularmente bom em regiões nas quais as lojas puderam reabrir graças ao levantamento das restrições. O que inclui a América do Norte e a Ásia, onde as vendas trimestrais aumentaram 56 e 34% ano a ano, respetivamente. O grupo também registrou lucros sólidos no Médio Oriente, onde as vendas aumentaram 32%; na Europa do Leste, onde cresceram 125%, e na América Central e do Sul, onde cresceram 22%.
 
Após a imposição de novas restrições devido à chegada de uma terceira onda de Covid-19 à região, as receitas da Interparfums na Europa Ocidental não tiveram a mesma progressão no trimestre.

Sobre os planos futuros do grupo, Madar explicou: "Continuamos acreditando que o nosso modelo de negócios, recursos financeiros, rede de distribuição e talento da nossa equipe poderiam apoiar um negócio substancialmente maior. Para acelerar o ritmo de crescimento, procuramos ativamente possíveis acordos de licenciamento com marcas que procuram um novo parceiro para lançar franquias de fragrâncias."
 
Olhando para o final do ano, o executivo explicou que a oferta de novos produtos para o resto de 2021 é dominada por extensões de marca no caso de fragrâncias como "Explorer" da Montblanc, "Coach Dreams" da Coach e "Urban Hero" da Jimmy Choo, bem como para as linhas "Bella" da Oscar de la Renta," Wave" da Hollister e "Fantasia" da Anna Sui. Os lançamentos de perfumes totalmente novos planejados para este ano incluem uma linha feminina da Lanvin, um duo Abercrombie & Fitch, a coleção masculina "Driven" da Dunhill e uma coleção de cuidados masculinos da Guess.
 
No primeiro trimestre, a Interparfums lançou as fragrâncias "Alibi" da Oscar de la Renta, "Bella Vita" da Guess e "Canyon Escape" da Hollister, além da primeira fragrância da MCM.
 
Destacando o inesperado crescimento percentual nas vendas da empresa no primeiro trimestre, o vice-presidente executivo e diretor financeiro da Interparfums, Russel Greenberg, explicou que "à medida que as operações se normalizam, as despesas de vendas e gerais também deverão normalizar, especialmente as despesas promocionais e de publicidade, que deverão aproximar-se dos níveis históricos de 21 % das vendas líquidas”.
 
A Interparfums também confirmou sua previsão financeira para o ano inteiro de 2021, e disse que espera atingir vendas líquidas anuais de aproximadamente 700 milhões de dólares, o que representa um lucro diluído por ação de 1,65 dólares.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.