×
Publicado em
28 de abr. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Instituto Lojas Renner, ONU Mulheres e ELAS+ vão investir R$ 2 milhões para apoiar mulheres na cadeia da moda

Publicado em
28 de abr. de 2022

Fortalecer grupos e organizações de mulheres, em sua diversidade, que lideram projetos dentro da cadeia da moda. É esse o objetivo do Edital EMPODERA -- moda transformando vidas, uma ação conjunta do Instituto Lojas Renner, do ELAS+ e da ONU Mulheres Brasil. A iniciativa investirá mais de R$ 2 milhões em 20 grupos que atuam na transformação da vida de mulheres por meio de projetos de moda responsável.


Por meio do Edital EMPODERA - moda transformando vidas, o valor será investido em iniciativas de moda justa, inclusiva e responsável - Divulgação

 
Criado em 2016 a partir de uma parceria entre o Instituto Lojas Renner, pilar social da varejista, e ONU Mulheres, o Edital EMPODERA já viabilizou a distribuição de mais de R$ 1 milhão para apoiar 15 iniciativas de grupos produtivos voltados para a igualdade de gênero na cadeia de valores da indústria têxtil e geração de renda. Na primeira edição, mais de mil mulheres foram impactadas pelo edital. Atualmente, dois grupos participantes da iniciativa fazem parte da cadeia de fornecedores das Lojas Renner S.A, representando não só o fortalecimento de capacidades destes coletivos, mas também o compromisso da empresa de incorporar em suas práticas medidas concretas para o fortalecimento de negócios liderados por mulheres.

O ELAS+ integra a segunda edição do Edital EMPODERA, que nasce mais robusta. Serão disponibilizados mais de R$ 2 milhões em investimento para 20 grupos que atuam na transformação da vida de mulheres por meio de projetos de moda justa, inclusiva e responsável. A iniciativa contempla a moda em sentido amplo, abrangendo os segmentos plus size, moda não-binária, afirmação de identidades, e acesso à moda para pessoas com deficiência. Também estão incluídos os setores de moda casa e artesanato, brechós e upcycling, além de projetos que beneficiam mulheres refugiadas, pessoas trans e pessoas egressas do sistema prisional. Podem se inscrever grupos formais e informais, redes ou organizações da sociedade civil, com iniciativas, lideradas por mulheres e pessoas trans, alinhadas com os conceitos de moda justa, inclusiva e responsável.
 
As inscrições podem ser feitas por meio do site até o dia 25 de maio e o resultado será divulgado em junho. Entre os 20 grupos contemplados, dez projetos vão receber R$ 50 mil, e outros dez, R$ 100 mil - sempre por meio de doação direta. Além do recurso financeiro, as organizações também receberão capacitação e acompanhamento por cerca de 12 meses. Iniciativas já existentes que se encaixem em qualquer das linhas de apoio do edital e que necessitem de recursos complementares também podem se inscrever.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.