×

Iniciativa global Fashion for Good quer tornar as sacolas plásticas sustentáveis

Por
AFP-Relaxnews
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 12 de dez de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

As sacolas plásticas estão passando por uma reforma sustentável, cortesia da iniciativa global Fashion for Good. O projeto piloto envolve o uso de resíduos de sacolas plásticas pós-consumo para criar novas sacolas com a ajuda da empresa espanhola Cadel Deinking. A organização, juntamente com várias marcas importantes, incluindo Adidas, C&A, Kering, Otto Group e PVH Corp, lançaram o "The Circular Polybag Pilot", que visa "fechar o ciclo" quando se trata de sacos de polietileno.


AFP


O projeto piloto, que será executado por cerca de três a cinco meses a partir do início de 2020, envolve o uso de resíduos de polietileno pós-consumo para criar novas sacolas "polipartes", com a ajuda de uma tecnologia patenteada da empresa espanhola Cadel Deinking. A tecnologia produz bolinhas de polietileno de baixa densidade (PEBD) de alta qualidade a partir de resíduos de polietileno pós-consumo, os quais, por sua vez, podem ser usados para a fabricação de novas sacolas de polietileno.

A Fashion for Good anunciou que os gigantes da moda que apoiam o projeto fornecerão grandes quantidades de resíduos de polietileno pós-consumo, que serão transformados em novas sacolas de polietileno que os parceiros reintegrarão na cadeia de suprimentos.

"Temos o prazer de fazer parte do 'Circular Polybag Pilot' e buscar soluções sustentáveis  ​​em conjunto com outras empresas e parceiros fortes na indústria de vestuário", disse Stefan Krantz, diretor de serviços do grupo Grupo Otto, em comunicado divulgado no site da Fashion For Good. "Só podemos fazer uma diferença real e dar uma grande contribuição à sustentabilidade com um modelo de circuito fechado que economize recursos", afirmou Krantz.

Segundo a Fashion For Good, cerca de 180 bilhões de sacolas plásticas são produzidas anualmente para armazenar, transportar e proteger itens de moda, com menos de 15% sendo coletadas para reciclagem.

As sacolas plásticas têm sido criticadas por varejistas de moda que buscam aumentar seus esforços de sustentabilidade. No início deste ano, a empresa calçadista Aldo Group anunciou planos para eliminar as sacolas de uso único, substituindo-as por sacolas de sapatos feitas de papelão reciclado. A marca japonesa de estilo de vida Muji também introduziu sacolas reutilizáveis ​​em suas lojas nos Estados Unidos, e a gigante espanhola de varejo Inditex, proprietária da Zara, Pull & Bear, Massimo Dutti, Bershka, Stradivarius, Oysho, Zara Home e Uterqüe, prometeu eliminar o uso de sacolas plásticas em seu portfólio de marcas até 2020.

Copyright © 2020 AFP-Relaxnews. All rights reserved.