×
1 049
Fashion Jobs
GRUPO BOTICARIO
Pessoa Coordenador(a) de Compras de Eventos
Efetivo · São José dos Pinhais
RENNER
Product Owner (po) - Omnichannel
Efetivo · São Paulo
FARFETCH
Product Manager (Ecommerce Experience) - Farfetch Platform Solutions
Efetivo · SÃO PAULO
GRUPO BOTICARIO
Especialista ii Treinamento Comercial Venda Direta - Franschising
Efetivo · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Pessoa Compradora de Projetos Júnior - Híbrida - PR
Efetivo · São José dos Pinhais
MARISOL
Analista de CRM - São Paulo
Efetivo · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Gerente sr Comercial Lojas Boti (Nordeste)
Efetivo · Brasília
RENNER
Content & Performance Manager
Efetivo · São Paulo
VIVARA
Analista de Compliance Senior
Efetivo · São Paulo
MARISOL
Analista de CRM
Efetivo · Jaraguá do Sul
VIVARA
Analista de CRM sr
Efetivo · São Paulo
RENNER
Product Owner (po) | Marketplace – Onboarding de Sellers
Efetivo · São Paulo
RENNER
Product Owner (po) | Marketplace - Atendimento e Pós-Vendas
Efetivo · São Paulo
PUMA
Retail District Manager
Efetivo · São Paulo
RENNER
Coordenador de CRM
Efetivo · São Paulo
L'OREAL GROUP
Loa - br - Operações - Analista de Supply Planning Sênior- Divisão de Cosmética Ativa
Efetivo · Rio de Janeiro
L'OREAL GROUP
Propagandista - l'Oréal Cosmética Ativa - Porto Alegre/rs
Efetivo · Porto Alegre
L'OREAL GROUP
Analista de Categoria (Hair) - l'Oréal Grande Público
Efetivo · Rio de Janeiro
VIVARA
Aprendiz – River Shopping - Petrolina/pe
Efetivo · Petrolina
VIVARA
Estoquista - Teresina Shopping - Teresina/pi
Efetivo · Teresina
CAEDU
Operador de Loja
Efetivo · Carapicuíba
RENNER
Assistente de Loja Csc - Ribeirão Preto
Efetivo · Ribeirao Preto
Por
AFP
Publicado em
13 de out. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Influências recíprocas de Picasso e Chanel em exibição em museu de Madri

Por
AFP
Publicado em
13 de out. de 2022

A arte de vanguarda de Pablo Picasso justaposta à moda austera e atemporal de Coco Chanel: os dois gigantes criativos do século 20 são o tema de uma nova exposição no museu Thyssen-Bornemisza, em Madri.


Pablo Picasso, The Bathers, 1918 . National museum Picasso, Paris. - © Sucesión Pablo Picasso, VEGAP, Madrid


A exposição ‘Picasso/Chanel’ faz parte das comemorações dos 50 anos da morte do artista. Picasso nasceu em Málaga, na Espanha, em 1881, e morreu em Mougins, na França, em 1973. Sua morte é lembrada em mais de 40 retrospectivas em todo o mundo.

De 11 de outubro a 15 de janeiro, o museu Thyssen-Bornemisza exibe cerca de 50 criações da  estilista francesa Coco Chanel, alternadas com pinturas e desenhos de Picasso, para destacar suas semelhanças. A exposição apresenta “uma sucessão de conversas estimulantes entre as obras de vanguarda de Pablo Picasso e as criações inovadoras de Chanel”, disse a curadora Paula Luengo, em uma coletiva de imprensa, na segunda-feira, 10 de outubro.

A primeira seção da exposição apresenta cronologicamente uma série de pinturas e roupas que mostram “a influência que Picasso teve no design de moda da Chanel”, disse Guillermo Solana, diretor criativo do museu. Um casaco desenhado por Chanel entre 1918 e 1919 parece ter sido inspirado nos tons pretos e marrons e nas linhas sinuosas da obra cubista ‘Tête d’homme’ (1913). O tecido de uma roupa de 1928 parece um reflexo das asas da pomba colocada no centro de ‘Naturaleza muerta con paloma’ (1919).

Na segunda seção da exposição, com foco em Olga Khokhlova, musa russa de Picasso e primeira esposa, “a direção da influência muda”, diz Solana. Retratando Olga, cliente assídua da estilista francesa e que frequentemente usava suas criações, Picasso “se deparou com o problema das linhas retas de Chanel (...) Ele se esforçou para recriar o trabalho de Chanel, vislumbrando uma conversa de criativo para criativo”, completa Solana. Esta seção apresenta, por exemplo, um vestido de Chanel datado de 1922, cinza com pele branca na gola e punhos, muito semelhante ao traje usado pelo personagem da pintura 'Arlequin au miroir' (1923).

As duas últimas seções da exposição concentram-se nas oportunidades que Chanel e Picasso - que se conheceram em 1917 e tinham muitos amigos em comum - tiveram de trabalhar juntos. As suas colaborações ilustram “o diálogo entre a moda e a pintura, a poesia e a música, o teatro, a dança e as artes em geral, que está no centro das cenas culturais inovadoras e experimentais do período entre guerras e que é o próprio tema desta exposição.”, diz Cécile Debray, presidente do Museu Picasso de Paris, que emprestou várias peças ao museu de Madri para a exposição.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.