×
Publicado em
13 de out. de 2009
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Indústria têxtil espanhola pede ajuda ao governo

Publicado em
13 de out. de 2009

A indústria têxtil espanhola pediu ao governo para introduzir um pacote de ajudas semelhante ao que foi estabelecido para a indústria automobilística.



Em um comunicado do principal lobby têxtil, o CIE, o presidente Angelo Asensio afirmou que a indústria está no seu pior estado e que foram iniciadas as discussões do programa com o governo.

As conversas surgem numa altura em que o comércio de têxteis e vestuário no país continua em dificuldades devido ao forte abrandamento do consumo desencadeado por uma profunda recessão.

A crise levou muitas empresas como a Dogi e a Caramelo a pedir insolvência. A mais recente baixa é a Fuentecapala, na região da Estremadura espanhola, que anunciou a demissão de 60 pessoas para tentar sobreviver à recessão.

Ajuda
Em dezembro passado, a Espanha introduziu um plano de 800 milhões de euros para ajudar o setor automóvel mas pouco foi feito para ajudar os produtores têxteis. Asensio afirma que qualquer pacote de ajuda ao têxtil terá de incluir medidas para impulsionar o crédito e linhas de financiamento a produtores em dificuldades, em uma altura em que o consumo se mantém fraco.

De acordo com o centro de estudos têxteis Cityc, a procura interna de têxteis caiu acentuadamente no primeiro semestre, provocando grandes declínios no emprego e na produção. Contudo, Asensio afirma ter esperança que o setor se recupere no segundo semestre de 2010, ajudado por uma aguardada retoma da economia espanhola.

Fonte: Portugal Têxtil

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.