×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
18 de mar. de 2022
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Indústria do luxo quer atrair jovens para setor artesanal

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
18 de mar. de 2022

A escassez de trabalhadores e especialistas no setor artesanal preocupa a indústria do luxo. Na semana passada, três grandes players do setor lançaram iniciativas que visam atrair essas profissões para a geração jovem, mais especificamente estudantes de ensino médio e universitários: LVMH com sua turnê "You and me", o Comitê Estratégico do Setor de Moda e Luxo com a campanha "Savoir pour faire" e a Altagamma com o projeto "Adopt a school".


Página inicial de Savoir pour Faire - savoirpourfaire.fr


O principal conglomerado de luxo está percorrendo diferentes cidades da França para conscientizar "alunos, graduados do ensino médio, estudantes e pessoas em conversão" sobre profissões ligadas à criação, savoir-faire artesanal e experiência do cliente, como tem feito anualmente desde 2015. O objetivo é para "apresentar uma ampla gama de experiências de trabalho e estágios para o maior número possível de pessoas, bem como ofertas de emprego, em mais de 30 profissões, incluindo estilista, costureiro, peleiro ou até mesmo consultor de vendas", disse a LVMH em um comunicado.

Para sua oitava edição, batizada de "You and Me" e patrocinada pelo jogador de basquete Tony Parker, o grupo  LVMH vai oferecer 1.200 oportunidades de estágio e aprendizado e 600 contratos até o final de abril. O programa começou em 9 de março em Clichy-sous-Bois e continuará em Reims em 18 de março, Valence em 23 de março, Orléans em 1 de abril, terminando em Paris no dia 6 de abril.

O Comitê Estratégico do Setor de Moda e Luxo, presidido por Guillaume de Seynes da Hermès, está realizando mais uma operação voltada para a sedução dos jovens. Este Conselho Nacional da Indústria reúne especialistas da indústria, administrações públicas e sindicatos. Por meio do "Contrato Setorial Estratégico" assinado em conjunto com o governo francês em 2019, promove a produção francesa, principalmente em termos de formação e emprego.

Com sua campanha "Savoir pour faire" e um site dedicado (savoirpourfaire.fr), a organização oferece leads e todos os tipos de informações e ferramentas para ajudar os alunos a encontrarem seu caminho na indústria da moda e do luxo, o que é particularmente útil para estudantes no período de orientação do último ano do ensino médio. Os serviços variam de coaching virtual a reuniões com escolas e professores, visitas a oficinas e podcasts no canal do YouTube.

Na Itália, a Altagamma, fundação que reúne as principais empresas de luxo, acaba de lançar o projeto  "Adopt a school" para incentivar a "colaboração ativa entre empresas e escolas para permitir um maior envolvimento dos jovens nos ofícios manuais da nova geração, que é um elemento essencial para a excelência do Made in Italy". A ideia é identificar cursos de treinamento que estejam mais alinhados com as necessidades da empresa e que, por sua vez, visem diminuir o gap entre as habilidades buscadas e os programas educacionais. Bottega Veneta, Brioni, Bulgari, Fendi, Herno, Isaia, Loro Piana, Moncler e Salvatore Ferragamo são apenas alguns dos nomes que aderiram à iniciativa.

"A iniciativa também busca melhorar a percepção desses ofícios por meio do apelo da marca. Com uma taxa de desemprego de 28% entre os jovens, os empregos na indústria são uma grande oportunidade. A formação de novos talentos é essencial para dar impulso e continuidade ao setor do luxo, que conta com cerca de 2 milhões de pessoas na Itália, direta e indiretamente", diz a Altagamma. De acordo com os últimos dados publicados desde 2018, o setor da moda e luxo contava com mais de 600.000 empregos diretos na França.

A Altagamma também publicou a segunda edição de seu livro "I Talenti del Fare", que identifica as necessidades futuras da indústria de produção italiana. De acordo com as estimativas da publicação, "serão procurados cerca de 346 mil perfis técnico-profissionais nos setores de moda, design, móveis, alimentação, hotelaria e automotivo" nos próximos cinco anos.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.