×
Por
Exclusivo
Publicado em
5 de fev. de 2014
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Indústria de calçados quer expansão no mercado árabe

Por
Exclusivo
Publicado em
5 de fev. de 2014

A empresa de calçados de borracha boaonda (Sapiranga/RS) começou a exportar para o mercado árabe em 2012. De lá para cá, vendeu para os Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Omã, Marrocos e Egito. Agora, em contato com um distribuidor da Tunísia, a indústria quer expandir a sua presença na região.

Segundo Cássio Romani, gerente de Exportação, a empresa foi contatada pelo distribuidor tunisiano durante a Expo Riva Schuh, na Itália, realizada no mês passado. “Foi um contato muito bom. Vamos começar a mandar preços, amostras, para, quem sabe, até o meio do ano estar com o pedido fechado. Este foi um dos principais contatos da feira”, explicou.

Negociações no estande da Boaonda durante a feira AYMOD em Istambul, Turquia, em abril de 2013. Foto: boaonda


De acordo com o executivo, se fechada a parceria, o distribuidor deve começar as vendas pelo próprio mercado da Tunísia, “para ver quais produtos tem mais aceitação”, antes de levar os calçados aos demais países africanos.

A empresa produz calçados de borracha injetada para mulheres, homens e crianças. Os calçados masculinos são os mais vendidos para os sauditas, enquanto os compradores dos Emirados Árabes Unidos e Omã importam as demais linhas também.

“O que a gente vende é conforto, algo que dê um melhor dia a dia, já que você tem de trabalhar, sair de sapato. Queremos atingir todos os nichos com conforto, dos sapatos clássicos aos fashion”, disse Romani.

A empresa exporta para 30 países, entre os principais mercados estão Turquia, Porto Rico, Espanha, Panamá, Cuba e Chile. O executivo não revela quantos pares a indústria produz por mês, mas afirma que 25% são enviados ao exterior.

O gerente conta que as vendas para o Oriente Médio foram acertadas por meio de contatos feitos diretamente em feiras internacionais do setor, enquanto as vendas para Marrocos e Egito foram feitas em pequena quantidade por um distribuidor europeu. Hoje, a empresa conta com um representante brasileiro em Dubai que realiza as vendas nos Emirados.

“A gente está bem focado neste mercado”, afirmou Romani sobre os países árabes. O gerente diz que a empresa participou de uma feira na Arábia Saudita e que deverá enviar representantes ao país ainda neste primeiro semestre. Ele espera também atrair mais clientes árabes durante o salão The Micam, mostra setorial que ocorre em Milão, na Itália, no próximo mês de março.

Fotos: Divulgação

Copyright © 2022 Exclusivo On Line. Todos os diretos Reservados.