×
Publicado em
30 de set. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Indústria calçadista criou 40 mil vagas em 2022

Publicado em
30 de set. de 2022

Dados elaborados pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), com base na pesquisa de emprego do MTE, apontam que, entre janeiro e agosto, a indústria de calçados gerou 40 mil postos de trabalho. Somente em agosto foram mais de 5 mil vagas criadas. Com o registro, o setor encerrou agosto totalizando mais de 306 mil pessoas empregadas diretamente na atividade em todo o Brasil, o melhor estoque de empregos do setor desde outubro de 2015. No comparativo com agosto de 2021 o crescimento é de 16,5%.


Indústria calçadista criou 40 mil vagas em 2022 - Divulgação


O presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira, ressalta que o número é resultado da recuperação da atividade, com crescimento registrado tanto no mercado interno quanto externo. “No varejo doméstico, que representa mais de 85% das vendas da indústria de calçados, já crescemos 11% no comparativo entre janeiro e julho deste ano com o mesmo intervalo do ano passado. Já as exportações cresceram 30% no comparativo entre janeiro e agosto deste ano com o mesmo período de 2021. E a demanda por calçados segue em crescimento e deve ser acentuada no último trimestre do ano em função das festas”, avalia o executivo.

O Rio Grande do Sul, que emprega 27% da mão de obra do setor calçadista brasileiro, gerou 8,78 mil postos de trabalho entre os meses de janeiro e agosto. Com isso, a atividade somou 84,65 mil pessoas empregadas, 13,8% mais do que no mesmo período do ano passado.

O segundo estado que mais emprega no Brasil é o Ceará, que responde por 22% dos empregos gerados na atividade. Entre janeiro e agosto, as fábricas calçadistas cearenses criaram 7,8 mil vagas, encerrando o mês oito com 69,35 mil pessoas empregadas no setor, 14% mais do que no mesmo mês do ano passado.

 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.