×
892
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Inditex: vendas aumentam 3% e superam barreira dos 26 bilhões

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 13 de mar de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

O grupo galego continua a bater recordes, apesar de registar o crescimento mais tímido da sua história. No exercício de 2018, que compreende o período de 1 de fevereiro de 2018 a 31 de janeiro de 2019, a empresa de Amancio Ortega elevou a sua faturação em 3%, 7% a taxas de câmbio constantes, até 26,15 bilhões de euros.


Ampliação da sede da Inditex em Arteixo, A Coruña - Inditex


Por cadeias, Zara e Zara Home faturaram 18,02 bilhões de euros, mais 3,2%; Pull & Bear 1,86 (+6,6%); Massimo Dutti 1,80 (2%); Bershka 2,24 (0,5%); Stradivarius 1,53 (3,6%); Oysho 585 (2,6%) e Uterqüe 101 milhões (4,1%). Por mercados, Espanha representou 16,2% do total das vendas, menos uma décima do que um ano antes, enquanto a Ásia se manteve em 23,2%, a Europa (sem Espanha) aumentou de 44,9% para 45,1% e a América desceu uma décima, com 15,5% das vendas.
 
Por outro lado, as vendas comparáveis aumentaram 4% em 2018, com uma evolução positiva em todas as áreas geográficas, marcas e tanto online como em loja física. No âmbito das vendas online, que já representam 14% da faturação nos mercados nos quais o grupo conta com presença online, aumentaram 27% para 3,2 mil milhões de euros. Neste período, a Zara ampliou para 202 os seus mercados, enquanto a Massimo Dutti e a Uterqüe acabam de abrir a sua oferta online a 106 mercados, estando já disponíveis em 184 e 148 mercados, respetivamente.

No fecho do exercício, o lucro líquido atingiu os 3,44 bilhões de euros, um crescimento de 2% (12% a taxas câmbio constantes). O resultado operacional, Ebitda, aumentou 3% para 5,46 bilhões de euros. Por seu lado, a margem bruta alcançou um crescimento de quatro décimas, o que corresponde a 56,7% das vendas, para 14,82 bilhões de euros, marcando um aumento de 4% em relação ao exercício de 2017.

O presidente da Inditex, Pablo Isla, destacou "a importância dos investimentos realizados tanto no canal logístico quanto na área comercial, destinados a proporcionar a máxima agilidade à plataforma integrada e a priorizar a seleção de espaço de máxima qualidade, para oferecer assim a melhor proposta de moda em todo o mundo ".

A estratégia do grupo aposta num modelo de integração da rede de lojas e online de tecnologia avançada, totalmente digital e plenamente sustentável até 2020. Para alcançar esse objetivo, o grupo investiu 1,62 bilhões de euros no exercício passado. Além disso, a Inditex continuou a atualizar o parque de lojas, com um crescimento de 5% no espaço e aberturas em 56 mercados.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.