Inditex reforça estratégia para ser "líder" em transformação sustentável

A empresa Inditex, proprietária de cadeias como Zara ou Bershka, reforça a sua estratégia global de transformação sustentável, que culminará em 2025 e que irá abranger áreas como o design, a produção, a logística, as lojas ou as matérias-primas, para se tornar "líder" nesta evolução.



"Queremos transformar a Inditex numa empresa totalmente sustentável em todos os aspetos", sublinhou o presidente da empresa, Pablo Isla, antes da assembleia de acionistas realizada ao meio-dia de hoje na sede do grupo, em Arteixo, Espanha.
 
Assim, no próximo ano, 100% das lojas da Inditex serão ecoeficientes, o uso de sacos de plástico será completamente eliminado e haverá contentores para a recolha de peças usadas em todas as lojas.
 
Olhando para 2023, todos os resíduos das lojas serão reciclados e 100% do plástico de utilização única pelos clientes será eliminado. Em 2025, 80% da energia dos seus espaços será procedente de fontes renováveis e 100% do algodão, linho e poliéster usados pelas marcas do grupo será orgânico, sustentável ou reciclado.

Além disso, será criada uma Comissão de Sustentabilidade no Conselho de Administração que garantirá a monitorização desta estratégia, tanto ambiental como de direitos laborais. 

Traduzido por Estela Ataíde

© EFE 2019. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos dos serviços Efe, sem prévio e expresso consentimento da Agência EFE S.A.

Moda - Pronto-a-vestirModa - AcessóriosModa - CalçadosModa - DiversosIndústriaDistribuiçãoInovações
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER