×
Por
Reuters API
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
15 de out. de 2021
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Hugo Boss eleva previsões para 2021 após terceiro trimestre forte

Por
Reuters API
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
15 de out. de 2021

A retalhista de moda alemã Hugo Boss anunciou na quinta-feira (14) que elevou as suas previsões para o ano em curso após os lucros do terceiro trimestre terem superado os níveis pré-pandemia graças à forte demanda na Europa e na América.


Hugo Boss


O grupo espera que as vendas cresçam cerca de 40% em 2021 com ajuste de moeda, em comparação com uma previsão anterior de crescimento de cerca de 30-35%. O lucro operacional (EBIT) está agora entre 175 milhões e 200 milhões de euros, em comparação com a estimativa anterior de 125 milhões a 175 milhões de euros.
 
Embora se observe uma forte recuperação do negócio na Europa e na América, "as restrições relacionadas com a Covid-19, incluindo fechamentos temporários de lojas, pesaram no sentimento do consumidor em vários mercados importantes" na região da Ásia/Pacífico, indicou a empresa.

As vendas e o EBIT do terceiro trimestre situaram-se em 755 milhões e 85 milhões de euros, respetivamente, o que representa um aumento não só em comparação com o ano passado, mas também em relação a 2019, antes da pandemia de Covid-19 afetar o setor, explicou a Hugo Boss.
 
As ações da empresa, que está cotada na Bolsa de Valores de Frankfurt e deve divulgar os resultados completos do terceiro trimestre em 4 de novembro, subiram 2,6% após a notícia.

© Thomson Reuters 2021 All rights reserved.