Harrods tem plano ambicioso de renovação

A Harrods está planejando a maior reforma de sua história na sua flagship de Knightsbridge, em Londres. Ela vai investir 200 milhões de libras para atualizar a loja e seu website, para ampliar seu apelo - que já é forte -  aos seus clientes globais de alto padrão.


harrods.com

O interior da loja, com suas 330 seções diferentes e 1 milhão de metros quadrados de espaço de varejo será "inteiramente redesenhado”. A empresa já havia anunciado várias mudanças, como a do seu espaço de relógios de luxo, mas não se sabia quão extensas seriam as obras.

O diretor geral da Harrods, Michael Ward, disse ao jornal South China Morning Post que o plano de reforma de três anos é a renovação mais ambiciosa desde que a loja foi fundada em meados do século XIX.

Os planos também incluem atualizações da operação de comércio eletrônico para que os compradores internacionais também possam acessar seus produtos de qualquer lugar do mundo. "Nossos clientes chineses e asiáticos são extremamente importantes para a Harrods, então eles são considerados parte de nossos planos de desenvolvimento”, disse Ward.

A Harrods, uma cadeia história de propriedade da Qatar Holdings, se concentra, principalmente, em torno da flagship de Knightsbridge e é considerada um marco de Londres, ainda não desafiado por outras lojas de departamento. Seu maior mercado é, sem surpresa, o Reino Unido, mas, uma grande porcentagem de suas vendas é feita a compradores que são turistas estrangeiros, e as vendas para clientes internacionais estão aumentando graças às suas lojas em aeroportos e ao comércio eletrônico.

De fato, de acordo com Ward, seu maior crescimento atualmente se deve aos consumidores internacionais, com destaque para os compradores da China e Hong Kong. 

Além das obras físicas na loja, a empresa também vai focar nos consumidores desses países através do investimento em contas Weibo e WeChat, que são duas das principais plataformas de mídia social na China. Ele irá adicionar o meio de pagamento WeChat no próximo ano, após agregar o Alipay em 2016.

Mas Ward não informou na entrevista se a Harrods vai abrir uma loja no Tmall da Alibaba, um website que ganhou a abertura de uma série de lojas de luxo nos últimos tempos.
 

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

LuxoDistribuição
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER