×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
25 de nov. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Guess: receitas sobem 13%

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
25 de nov. de 2021

As receitas da empresa norte-americana de vestuário Guess?, Inc. para o terceiro trimestre, encerrado no dia 30 de outubro, totalizaram 643,1 milhões de dólares (573,94 milhões de euros), 13% acima dos 569,3 milhões de dólares (508,08 milhões de euros) do período do ano anterior. Em moeda constante, o crescimento foi de 12,8%.
 

Guess viu receitas aumentarem 13% no terceiro trimestre - Instagram: @guess / @yasminekateb


A empresa com sede em Los Angeles fez progressos particulares nas Américas, onde as vendas no varejo aumentaram 30% para 169,6 milhões de dólares (151,36 milhões de euros) e no atacado aumentaram 64% para 59 milhões de dólares (52,66 milhões de euros). O negócio de licenciamento do grupo também alcançou um crescimento sólido de 37%, registrando receitas de 26,6 milhões de dólares (23,74 milhões de dólares).
 
A Guess também forneceu uma comparação dos seus últimos resultados do terceiro trimestre com os que relatou há dois anos, antes da perturbação causada pela pandemia de COVID-19. Em comparação com o terceiro trimestre encerrado em 2 de novembro de 2019, quando a empresa comunicou receitas de 643,1 milhões de dólares (573,94 milhões de euros), as suas receitas deste terceiro trimestre representaram um aumento de 4,4%. Em moeda constante, o crescimento foi de 2,1%.

O lucro líquido da Guess no terceiro trimestre deste ano foi de 29,9 milhões de dólares (26,68 milhões de euros), 13,3% acima dos 26,4 milhões de dólares (23,56 milhões de euros) do ano passado e 140,5% dos 12,4 milhões de dólares (11,07 milhões de euros) de dois anos atrás. Os ganhos diluídos por ação foram de $0,45 (0,40 centavos de euro), aumentando 9,8% de $0,41 (0,37 cêntimos) no terceiro trimestre do ano anterior e 150% de $0,18 (0,16 centavos) no ano anterior. 

Olhando para os primeiros nove meses deste ano, a receita líquida da Guess totalizou 1,79 bilhão de dólares (1,60 bilhão de euros), representando um aumento anual de 45,9% em relação aos 1,23 bilhão de dólares (1,10 bilhão de euros) e uma diminuição de 2,4% em relação aos 1,84 bilhão de dólares (1,64 bilhão de euros) no mesmo período há dois anos.

Até à data, os lucros líquidos foram de 102,9 milhões de dólares (91,83 milhões de euros), ou $1,55 (1,38 euros) por ação diluída, em comparação com uma perda de 151,6 milhões de dólares (135,30 milhões de euros), ou $2,35 (2,10 euros) por ação diluída, há um ano, e lucros de 16,4 milhões de dólares (14,64 milhões de euros), ou $0,22 (0,20 cêntimos) por ação diluída, no ano anterior.
 
Considerando a incerteza em torno da pandemia de COVID-19, a Guess afirmou que não estaria a fornecer orientações detalhadas para o quarto trimestre ou para o ano fiscal completo. A empresa revelou, contudo, que espera atualmente que as suas receitas do quarto trimestre estejam em baixa nos dígitos médios em comparação com o mesmo período do ano passado. Espera-se que as receitas do ano inteiro registem um declínio nos dígitos isolados baixos.
 
"Estamos confiantes nos nossos planos para o negócio das festas de fim de ano. A nossa posição de inventário é forte, e os nossos clientes estão respondendo bem aos nossos itens", disse o diretor executivo Carlos Alberini, em um comunicado. "Estou muito satisfeito com o nosso desempenho para o ano em curso, mas estou ainda mais entusiasmado com o que nos espera. Acredito que estamos num ponto de inflexão da Guess e estou muito confiante que o nosso negócio está bem posicionado para gerar retornos superiores no futuro".

A Guess tem atualmente 1.052 lojas operadas diretamente nas Américas, Europa e Ásia, enquanto que os seus parceiros e distribuidores operam outras 558 localizações, o que faz com que tenha uma rede de distribuição que se espalha por cerca de 100 países em todo o mundo.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.