Guess encerra 2018 com um aumento de mais de 10% nas vendas

A Guess Inc. divulgou na quarta-feira (20) os resultados obtidos no quarto trimestre de 2018. Seu faturamento cresceu 5,7%, para 837,1 milhões de dólares, em comparação com 792,2 milhões de dólares no mesmo período do ano anterior. Os especialistas previam 831 milhões de dólares para o período, de acordo com dados de Wall Street.


O lucro da Guess ficou abaixo das previsões de especialistas. - Facebook: Guess

A marca com sede em Los Angeles registrou lucro líquido de 23,2 milhões de dólares no quarto trimestre, comparado a 1 milhão de dólares um ano antes. O lucro ficou abaixo das expectativas dos analistas. Como resultado, as ações da Guess caíram 13,5% para 19,10 dólares após o fechamento da Bolsa de Wall Street.

As receitas de varejo nos dois continentes caíram 0,7%, enquanto as vendas comparáveis ​​cresceram 6%, e o atacado cresceu 19,2% no último trimestre do ano. Na Europa, as vendas aumentaram 4,1%, mas ficaram estagnadas em uma base comparável. A Ásia foi o mercado mais dinâmico, com aumento de 21,7% na receita e crescimento de 13% nas vendas comparáveis.
 
Progresso de dois dígitos ao longo do ano

No ano fiscal encerrado em 2 de fevereiro de 2019, a Guess registrou um aumento de 10,4% em seu faturamento, para 2,61 bilhões de dólares, ante 2,36 bilhões de dólares no ano anterior. Por região, a receita de varejo nos dois continentes americanos caiu 1% em dólares, enquanto as vendas em base comparável (incluindo e-commerce) subiram 4%. O atacado foi mais dinâmico, com aumento de 13,6% na receita.

Na Europa, as vendas cresceram 14,4% (5% em base comparável). Na Ásia, as receitas aumentaram 25,7% e as vendas comparáveis ​​subiram 15%. O lucro líquido do ano aumentou para 14,1 milhões de dolares, ante um prejuízo líquido de 7,9 milhões no ano passado.

Em janeiro, a Guess anunciou  a contratação de Carlos Alberini como novo CEO para substituir Victor Herrero. Carlos Alberini foi presidente e diretor executivo da Guess de 2000 a 2010, mas deixou a empresa para assumir a posição de co-CEO na Restoration Hardware, onde permaneceu até 2014, e posteriormente assumiu a liderança da Lucky Brand. Em um comunicado, o novo CEO disse estar "feliz por estar de volta à Guess", e ressaltou que a empresa ainda tem espaço para crescer e precisa de mudanças de estratégia.
 
"Nas próximas semanas, trabalharei com nossas equipes para desenvolver uma visão estratégica e um plano de implementação. Vou aplicar princípios-chave para criar valor para nossos acionistas: uma distribuição rigorosa e gerenciamento de capital, uma abordagem cautelosa para o desenvolvimento e distribuição de nossos produtos, uma visão global para energizar e apoiar nossas atividades no mercado internacional de uma forma mais eficiente e, por fim, uma abordagem centrada no cliente", resumiu Carlos Alberini.

Para o ano fiscal que vai até 1 de fevereiro de 2020, a empresa espera um crescimento de 4 a 5% nas vendas. A expectativa é de obter um aumento de 2,5 a 3,5% em relação ao primeiro trimestre.
 

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirDenimNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER