×
Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
18 de mar. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Grupo Swatch não prevê um grande impacto em seus negócios devido à crise na Rússia

Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
18 de mar. de 2022

A relojoeira suíça Swatch Group diz não esperar um impacto negativo significativo em suas vendas ou acesso a matérias-primas após a invasão russa da Ucrânia, disse seu presidente-executivo na quinta-feira (17).


Reuters


Nick Hayek comentou que a Rússia representa cerca de 1% das vendas do grupo e que não obteve ouro do país, afetado pelas sanções ocidentais. As marcas Tissot e Swatch, as mais acessíveis da empresa, são as mais importantes da empresa na Rússia, o que mostra que o seu negócio local "não é só para oligarcas", disse o gestor durante uma conferência sobre os resultados anuais.

"Não temos fontes de ouro na Rússia", disse Hayek. "Em relação aos outros materiais preciosos, também temos muito estoque e várias fontes...então para o Grupo Swatch não vemos nenhum impacto, exceto os preços, que podem subir no médio e longo prazo", acrescentou. "Estamos chocados com a situação e faz apenas três semanas...Todos devemos respirar fundo três vezes e esperar que uma solução seja encontrada".

O grupo, também conhecido por relógios Omega e Longines, anunciou na semana passada que suspendeu temporariamente as operações de suas lojas na Rússia "devido à crescente complexidade e dificuldade da situação" depois de inicialmente interromper apenas as exportações.

Fazer negócios na Rússia tornou-se complexo desde a invasão do país à Ucrânia, que levou os Estados Unidos, a Grã-Bretanha e a União Europeia a impor sanções radicais.

Apenas cerca de 1% dos relógios suíços foram exportados para a Rússia no ano passado, de acordo com estatísticas da federação de relógios, mas os russos afluentes também gostam de comprar artigos de luxo no exterior.

O Swatch Group vende muitos relógios por meio de parceiros atacadistas, mas há também 52 lojas na Rússia. Uma de suas marcas, Longines, abriu sua primeira flagship em Moscou no ano passado e a Tissot também desenvolveu sua rede de varejo e assinou acordos para abrir novas lojas pop-up em várias regiões da Rússia. A marca Swatch também inaugurou duas novas lojas em Moscou no ano passado.

© Thomson Reuters 2022 All rights reserved.