×
Publicado em
5 de mar. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Grupo OTB de Renzo Rosso adquire a Jil Sander

Publicado em
5 de mar. de 2021

É oficial. A OTB – a empresa-mãe do império de Renzo Rosso – adquiriu Jil Sander, marca criada em Hamburgo conhecida como a expressão máxima do minimalismo na moda. A aquisição foi amplamente divulgada, levando a Jil Sander a fazer parte de um portfólio de marcas dinâmicas de design que inclui Maison Margiela, Marni e Viktor&Rolf.


Coleção feminina da Jil Sander para o outono-inverno 2020 apresentada em Milão - © PixelFormula


"A OTB anuncia a adição de um novo nome icônico ao seu portfólio único de maisons de moda: a Jil Sander", disse o grupo italiano em um comunicado divulgado na manhã de sexta-feira (5 de março).
 
Fundada pela designer epónima alemã em 1968, a Jil Sander cresceu até se tornar uma das maisons de moda originais mais influentes da Alemanha durante o último meio século.

Após ter sido adquirida pela Prada há duas décadas, a maison foi comprada pelo conglomerado de moda japonês multimarcas Onward Holdings em 2008. A marca tem estado sob a direção criativa aclamada pela crítica de Lucie e Luke Meier (marido e mulher, suíça e canadense) desde 2017.
 
"A OTB e a Onward Holdings assinaram um acordo para que o grupo italiano adquira 100% da Jil Sander", observou o grupo veneziano. Os termos ainda não foram divulgados.
 

Coleção masculina da Jil Sander para o outono-inverno 2021 apresentada em Paris - © PixelFormula


"Tenho admirado e respeitado a Jil Sander desde que a maison de moda foi estabelecida pela primeira vez. Apesar das mudanças de propriedade e direção criativa, a maison sempre se manteve fiel à visão da sua fundadora, preservando um compromisso absoluto com a beleza, qualidade, e abordagem minimalista de assinatura. Poder acolher esta joias atemporal no nosso grupo de marcas únicas e não convencionais é uma honra e um empreendimento longo prazo", declarou Rosso, presidente da OTB.
 
Além de ser a empresa-mãe da Diesel, a OTB também controla a Amiri, sediada em Los Angeles, enquanto a sua empresa de produção Staff International engloba licenças mundiais para marcas como DSquared2 e Koché.
 
Em 2020, o grupo registrou um volume de negócios consolidado de 1.317 bilhão de euros, EBITDA de 176 milhões de euros, e forte posição financeira líquida positiva de 175 milhões de euros.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.