×
Por
EFE
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
3 de mar. de 2022
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Grupo LVMH doa 5 milhões de euros para vítimas na Ucrânia

Por
EFE
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
3 de mar. de 2022

O grupo de luxo francês LVMH anunciou na quarta-feira (2) uma doação de 5 milhões de euros (cerca de 5,5 milhões de dólares no câmbio atual) para apoiar o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) no seu trabalho a favor das vítimas diretas e indiretas da guerra na Ucrânia.


Bernard Arnault, CEO - LVMH


O grupo, proprietário de marcas como Loewe, Louis Vuitton e Fendi, acrescentou que também organizou uma arrecadação em prol da associação para que os seus trabalhadores possam contribuir com este "esforço coletivo" e assim ampliar a ajuda.

"Nestas circunstâncias trágicas, o grupo LVMH está junto com todas as pessoas fortemente afetadas por esta guerra", disse a empresa em seu comunicado, especificando que sua principal preocupação é garantir a segurança de seus 150 trabalhadores na Ucrânia e fornecer a ajuda financeira e logística necessária.

Seu fundo de solidariedade Heart Fund, lançado em 2021, também se mobilizou para fornecer ajuda financeira e psicológica a todos os seus trabalhadores, “especialmente aqueles diretamente afetados pelo conflito".

Ainda na quarta-feira, o consórcio automobilístico Stellantis, fruto da fusão entre a francesa PSA e a ítalo-americana Fiat-Chrysler, também anunciou a doação de um milhão de euros (1,1 milhões de dólares) para apoiar os refugiados ucranianos e civis já deslocados em decorrência da invasão russa na Ucrânia.

© EFE 2022. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos dos serviços Efe, sem prévio e expresso consentimento da Agência EFE S.A.