Grendene apresenta queda no resultado financeiro dos nove primeiros meses do ano

A empresa brasileira especializada em calçados, Grendene, proprietária de marcas como Melissa, Grendha e Ipanema, anunciou através de comunicado que registrou queda de 90 milhões de reais no resultado financeiro dos nove primeiros meses do ano devido, principalmente, à queda de 18,6% no lucro líquido, para 334,2 milhões de reais. Segundo a companhia, deste valor, -45,5 milhões de reais foram consequências das operações de hedge. 


Grendene Kids

Nos nove primeiros meses de 2018, a Grendene obteve um aumento de 2,9% na receita líquida, para 1.591,0 milhões de reais. Já o ebitda foi de 328,1 milhões de reais, 1,5% maior, e o ebit foi de de 279,0 milhões de reais,  0,2% maior. A margem bruta, por sua vez, foi de 46,0%, 1,5 p.p. menor, e a margem líquida foi de 21,0%, 5,5 p.p. menor.

A empresa atribuiu a queda nos resultados à baixa demanda no mercado interno e em vários destinos de exportação, especialmente na América Latina. "A desvalorização cambial, a greve dos transportes e as incertezas políticas se traduziram em aumento de preços em diversos insumos, impedindo que atingíssemos nosso objetivo de compensar a queda nos resultados financeiros com igual ou melhor evolução nos resultados operacionais", declarou a Grendene no comunicado.  

No período, a Grendene registrou um aumento de 0,9% no volume de pares para 117,4 milhões, e apesar da queda de 8,8% no volume de pares embarcados, manteve a liderança nas exportações de calçados brasileiros pelo 16º ano consecutivo, com uma participação de 33,5%, beneficiada pelo impacto do câmbio, que elevou o valor em real por par exportado em 27,8%, em comparação com uma elevação em dólares de apenas 2,2%. 

Apesar dos fracos resultados, a empresa se mostrou otimista com o último trimestre do ano. "Estamos confiantes nas novas coleções que estão chegando ao mercado e esperamos que passadas as eleições as incertezas no mercado devam diminuir e finalmente a demanda mostrar algum sinal de recuperação”. 
 

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - CalçadosNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER