×
751
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Giorgio é ovacionado na Armani Privé

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 3 de jul de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

O desfile da Armani Privé foi um sucesso e a sua coleção, uma mistura de Art Déco e estética asiática, fez Giorgio Armani ser ovacionado pelo público presente no Petit Palais.


Giorgio Armani Privé - outono- inverno 2019 - Alta Costura - Paris - © PixelFormula


Ambos os desfiles de Armani receberam longos aplausos de todos os convidados. O negócio da alta-costura do designer italiano é tão forte que este precisou de dois desfiles para acomodar todos os seus clientes.
 
O segundo desfile, reservado para convidados VIP, contou com a mais impressionante primeira fila de toda a semana da alta costura em Paris, com uma resplandecente Nicole Kidman, sentada entre o seu marido na vida real, Keith Urban, e o seu companheiro na série Big Little Lies, o ator Alexander Skarsgard. O personagem de Skarsgard foi assassinado no final da primeira temporada, pelo que se ouviu comentar que apenas Armani conseguiria fazer renascer os mortos para os seus desfiles de alta-costura.

Entre os outros elementos do público que se juntaram aos aplausos no final do desfile estavam Claudia Cardinale, a nova estrela mais cobiçada do planeta, Zendaya, a bailarina francesa de sucesso Aurélie Dupont e a cantora pop britânica Rita Ora.

Não há dúvida de que, mesmo aos 85 anos, Armani ainda é provavelmente o melhor designer do mundo. Um costume preto de crepe tinha um corte tão perfeito que se ouviram expressões de surpresa entre os elementos do público. O desfile também incluiu impecáveis blazers de lapela larga, smokings impressionantes com colares de xaile contrastantes e calças de harém ondulantes.
 
Um ponto positivo do desfile foi Armani ter finalmente abandonado o seu tradicional formato black box para a Privé e ter permitido que o sol da tarde brilhasse na bela e enorme galeria neoclássica do Petit Palais.
 
Para a noite, o designer olhou para este, com quimonos, capas e cheongsams feitas de belos estampados de seda, que Giorgio Maharajah qualificou como o regresso de um elemento de "folk" ao seu trabalho.


Giorgio Armani Privé - outono-inverno 2019 - Alta Costura - Paris - © PixelFormula


Após o desfile, Armani apanhou imediatamente um avião privado para voltar a Milão para começar a trabalhar na sua próxima pré-coleção. É o maior exemplo vivo no mundo da moda de um elevado nível de Stakhanovismo.

Os seus convidados, por outro lado, fizeram uma viagem mais curta, já que apenas precisaram de ir até ao jardim do Petit Palais para desfrutar de um esplêndido jantar de comida italiana modernista que complementou o vigor renovado desta coleção.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.