×

Giorgio Armani enfrenta o inverno com elegância e leveza

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 14 de jan de 2020
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Apresentado em Milão na noite de segunda-feira (13), sob uma enxurrada contínua de flocos de neve virtuais, o guarda-roupa pensado pelo costureiro milanês para o próximo inverno foi recebido com grande entusiasmo pelos convidados do desfile.


Giorgio Armani - Outono-Inverno 2020 - Moda Masculina - Milão - PixelFormula


As primeiras silhuetas a pisar na passarela coberta por enormes cubos de gelo (feitos de plexiglas reciclado) fazem parte da coleção Neve Giorgio Armani, dedicada às atividades alpinas. Envolvidos em jaquetas grossas confortáveis ​​e roupas de esqui cósmicas com ombros protuberantes, os modelos pareciam exploradores intergalácticos com suas luvas, óculos de esqui e balaclavas.

Após os esportes de inverno, é hora de voltar à cidade, onde o homem Armani gosta de se mover sem restrições, com roupas que combinam classe e conforto. Os looks criados pelo designer italiano nesta temporada canalizam o estilo atemporal, preparando os usuários para enfrentar o frio mais extremo, mas com delicadeza. Um guarda-roupa no qual o vestuário formal parece ter se soltado de suas amarras para se transformar em  "soft tailoring”.

Saem as camisas e colarinhos rígidos, com exceção de algumas camisas polo. O homem Armani prefere malhas e coletes, e protege o pescoço do frio levantando os colarinhos das jaquetas ou envolvendo-se em lenços. Ele se envolve em peles de ovelhas e grandes casacos com gola xale com proporções clássicas, mas estruturas super leves, sem um pingo de rigidez.


Giorgio Armani - Outono-Inverno 2020 - Moda Masculina - Milão - PixelFormula


Alguns casacos foram feitos em lã de astracã ou veludo brilhante. Jaquetas de gola mandarim foram combinadas com calças amassadas soltas mas justas no tornozelo ou enfiadas em botas para dar um toque retrô. Outras jaquetas foram tratadas como cardigãs, em cashmere ou lã ultraleve, enquanto blusões e casacos curtos foram forrados com peles aconchegantes.

Toda a gama de tecidos masculinos clássicos esteve presente na passarela e, no entanto, esses materiais geralmente resistentes criaram uma sensação sem precedentes de leveza, uma impressão enfatizada por cada movimento dos modelos. Toda a coleção transbordou luxo, dando uma sensação de elegância sem esforço, enquanto os looks transitavam por um degradê de cinzas, pretos, azuis marinhos, cáqui e bordô, magistralmente intercalados com tons mais claros.

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.