×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
13 de jan. de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Giorgio apresenta Recycled Emporio Armani e brinca sobre contratar o príncipe Harry como modelo

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
13 de jan. de 2020

No primeiro dia da Semana da Moda Masculina de Milão, em uma manhã fria de sábado, Giorgio Armani apresentou seu mais novo conceito, R-EA, ou Recycled Emporio Armani, uma coleção-cápsula sobre a regeneração.


Emporio Armani - Outono/ inverno 2020 - moda masculina - Milão. - © PixelFormula


Em ótimo humor, Armani até brincou sobre o Megxit, sugerindo que agora que os membros mais jovens da realeza britânica estão a saindo do ninho do Palácio de Buckingham, ele estaria considerando contratar o príncipe Harry como modelo. "Sabe, agora que as coisas mudaram, estive pensando que talvez a gente possa fazer uma campanha publicitária com o príncipe...e isso será inédito", brincou Armani.
 
Quinze minutos antes, na passarela, um elenco de modelos vestidos com looks R-EA nos tons preto e cru encerrava seu mais recente desfile Emporio Armani, realizado em seu espaço de exibição localizado ao sul de Milão. 

Feita em lã regenerada e denim ou algodão orgânico, R-EA apresentou casacos de ervilha, tops com capuz, parkas elegantes e moletons matelassê. Todo o elenco desfilou com botas “moon boots” e enormes bolsas acolchoadas. Praticamente todos os looks foram finalizados com detalhes e letras em cores cru, muitos itens com a mensagem “I Am Saying Yes to Recycling” (“Estou dizendo sim à reciclagem”).


Emporio Armani - Outono/ inverno 2020 - moda masculina - Milão. - © PixelFormula


Em um dos desfiles de moda masculina mais marcantes da Emporio em vários anos, Giorgio se concentrou em um de seus elementos característicos:  a espinha de peixe. Incorporando o zig-zag em excelentes jaquetas de aviador de pele de ovelha em vermelho e preto, blazers de corte preciso e roupas elegantes. Além disso, havia todo tipo de ternos e casacos xadrez, alguns com mini baguettes de metal, "para injetar um toque de modernidade", segundo Armani.

Na metade do desfile, quando a trilha sonora mudou para o funk galáctico de Robbie Akbal e Ay Sarita cantando Fanaya, Armani passou para a Era Espacial. Começando com boleros de nylon acolchoados com lapelas enormes, ou casacos acolchoados expressionistas abstratos, ideais para aristocratas de planetas estrangeiros.

A coleção, estranhamente intitulada “The Man in the Magnifying Glass” (“O Homem na Lupa”), chegou ao clímax com a estreia do R-EA e a brincadeira de Armani sobre o Megxit.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.