×

Giorgio apresenta Recycled Emporio Armani e brinca sobre contratar o príncipe Harry como modelo

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 13 de jan de 2020
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

No primeiro dia da Semana da Moda Masculina de Milão, em uma manhã fria de sábado, Giorgio Armani apresentou seu mais novo conceito, R-EA, ou Recycled Emporio Armani, uma coleção-cápsula sobre a regeneração.


Emporio Armani - Outono/ inverno 2020 - moda masculina - Milão. - © PixelFormula


Em ótimo humor, Armani até brincou sobre o Megxit, sugerindo que agora que os membros mais jovens da realeza britânica estão a saindo do ninho do Palácio de Buckingham, ele estaria considerando contratar o príncipe Harry como modelo. "Sabe, agora que as coisas mudaram, estive pensando que talvez a gente possa fazer uma campanha publicitária com o príncipe...e isso será inédito", brincou Armani.
 
Quinze minutos antes, na passarela, um elenco de modelos vestidos com looks R-EA nos tons preto e cru encerrava seu mais recente desfile Emporio Armani, realizado em seu espaço de exibição localizado ao sul de Milão. 

Feita em lã regenerada e denim ou algodão orgânico, R-EA apresentou casacos de ervilha, tops com capuz, parkas elegantes e moletons matelassê. Todo o elenco desfilou com botas “moon boots” e enormes bolsas acolchoadas. Praticamente todos os looks foram finalizados com detalhes e letras em cores cru, muitos itens com a mensagem “I Am Saying Yes to Recycling” (“Estou dizendo sim à reciclagem”).


Emporio Armani - Outono/ inverno 2020 - moda masculina - Milão. - © PixelFormula


Em um dos desfiles de moda masculina mais marcantes da Emporio em vários anos, Giorgio se concentrou em um de seus elementos característicos:  a espinha de peixe. Incorporando o zig-zag em excelentes jaquetas de aviador de pele de ovelha em vermelho e preto, blazers de corte preciso e roupas elegantes. Além disso, havia todo tipo de ternos e casacos xadrez, alguns com mini baguettes de metal, "para injetar um toque de modernidade", segundo Armani.

Na metade do desfile, quando a trilha sonora mudou para o funk galáctico de Robbie Akbal e Ay Sarita cantando Fanaya, Armani passou para a Era Espacial. Começando com boleros de nylon acolchoados com lapelas enormes, ou casacos acolchoados expressionistas abstratos, ideais para aristocratas de planetas estrangeiros.

A coleção, estranhamente intitulada “The Man in the Magnifying Glass” (“O Homem na Lupa”), chegou ao clímax com a estreia do R-EA e a brincadeira de Armani sobre o Megxit.

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.