×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
7 de jul. de 2022
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Giambattista Valli celebra uma década na Alta Costura

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
7 de jul. de 2022

Diz-se que as coisas boas vêm para aqueles que esperam. E Giambattista Valli cumpriu isso com sofisticação. O último desfile do primeiro dia da Paris Haute Couture, que também contou com a participação da Schiaparelli, Iris Van Herpen e Christian Dior, começou com 40 minutos de atraso. A ocasião merecia atenção aos detalhes. A maison Giambattista Valli comemorou 10 anos de Haute Couture com um desfile exclusivo realizado no luxuoso Place Vendôme.


Giambattista Valli - outono-inverno 2022 - Haute Couture - Paris - © PixelFormula


Para a ocasião, dezenas de balões metalizados com figuras infantis, como polvos, caranguejos e golfinhos, decoraram o espaço retangular preto com colunas cobertas de espelho, como pano de fundo. A meio caminho entre uma sala de festas e uma discoteca naïf que faz lembrar o Studio 54 de Nova Iorque, o local foi rapidamente tingido com o riso alegre que caracteriza sempre os desenhos do costureiro italiano. Uma homenagem à sua trajetória de volumes e looks pop que foi fiel aos seus famosos designs para o tapete vermelho que tanto seduzem as capas de revistas e sugestivos editoriais de moda.

Mais de 50 looks reconhecíveis com a marca da maison desfilaram em todas as direções da sala. Desenhos bordados em seda, aplicações de cristal, detalhes de penas de avestruz ou lantejoulas metálicas com efeito de espelho envolveram a primeira parte do desfile de moda, que incluiu grandes óculos de sol como um retro detalhe futurista. Os cortes variavam de silhuetas longilíneas clássicas a minivestidos de brocado com um toque dos anos 60, combinados com collants brancos e sapatos de plataforma com brilho prateado. Algumas modelos assumiam formas extralongas com pernas infinitas, enquanto outras pareciam quase cisnes elegantes.

A paleta de cores abriu-se para um castanho chocolate marcante, em um vestido voluptuoso de baile e em outro com mangas de balão; bem como o verde esmeralda de um espetacular casaco de penas combinado com calças largas e um cinto em laço. Havia também espaço para o tule habitual, que fornecia volume, em peças ao estilo de tutus ou com rufos imponentes, bem como texturas com efeitos drapeados. Valli empregou as suas diversas interpretações de silhuetas de festa em uma série imponente de tonalidades intensas, tais como laranja, turquesa e amarela.


Giambattista Valli - outono-inverno 2022 - Haute Couture - Paris - © PixelFormula


O romano optou também pela criação de um efeito floral, em mangas, capas ou par de minivestidos, em tons de coral e fúcsia, que conquistaram todos os flashes. Para encerrar o desfile de aniversário, a maison exibiu seis looks finais brancos, com diferentes revisões da saia em tule combinadas com os vestidos de trabalho do próprio atelier, nesta ocasião enrolados e decotados. A única decoração foi o logotipo da maison no bolso da frente e cintos pretos atados em forma de arco.
 
Alguns dos habitués da moda não faltaram ao evento. Na primeira fila, a toda poderosa Anna Wintour e o CEO da Kering, François-Henri Pinault, que detém uma participação na Giambattista Valli através da empresa de investimento Artemis. Também estiveram presentes influencers Olivia Palermo e Leonnie Hanne; o comediante Gad Elmaleh; representantes da aristocracia espanhola como Jaime de Marichalar, que foi marido da infanta Elena, duquesa de Lugo, e Naty Abascal, duquesa de Feria; e até mesmo o cantor britânico Robbie Williams, vestido com uma capa preta sóbria com capuz.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.