×
Por
Reuters
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
31 de mai. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Gap eleva projeções para 2021

Por
Reuters
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
31 de mai. de 2021

A Gap Inc. elevou as suas previsões de vendas e lucro anuais e projetou um aumento contínuo na demanda por novas roupas à medida que mais pessoas começam a sair e a socializar depois de um ano em casa devido à pandemia.


As vendas líquidas no primeiro trimestre aumentaram 89%, alcançando 3,99 bilhõesde dólares - Gap Inc


As ações da varejista com sede em São Francisco, que dispararam quase 75% este ano, subiram 2% na negociação prolongada na última quinta-feira (27), após a Gap obter lucros no primeiro trimestre.
 
Depois daquele que é visto como um trimestre de auge para o setor do varejo, a Gap colhe benefícios após ter sofrido consideravelmente no ano passado, no pico da crise sanitária, após anos de vendas fracas como consequência da intensa competição e da mudança para as compras digitais.

Desde o ponto baixo do ano passado, a CEO Sonia Syngal tem trabalhado para reativar as marcas da empresa através de colaborações com personalidades como o rapper Kanye West, com a sua marca Yeezy, e a ginasta olímpica Simone Biles, e com foco na venda pela internet.
 
“Assistimos a um ressurgimento da moda de verão com a volta dos vestidos, o que mostra que os clientes estão saindo da crise com vontade de mostrar o seu estilo”, afirmou Syngal. A CEO espera que as vendas digitais se mantenham à medida que o tráfego retorna às lojas físicas e que a demanda por roupas esportivas cresça, já que as pessoas procuram conforto.
 
A Gap espera que as vendas líquidas do ano fiscal de 2021 cresçam cerca de 21-25% em relação ao ano passado, em comparação com a previsão anterior de um aumento de 15-19%. Os analistas previam um crescimento nas vendas de 17,8%, segundo dados do IBES da Refinitiv. A Gap prevê um lucro diluído entre 1,55 e 1,70 dólares por ação, em comparação com a previsão anterior entre 1,20 e 1,35 dólares.
 
As vendas líquidas no primeiro trimestre aumentaram 89%, alcançando 3,99 bilhões de dólares e superando as previsões estimadas de 3,45 bilhões de dólares.bO lucro líquido situou-se em 166 milhões de dólares, em comparação com um prejuízo de 932 milhões de dólares. Sobre uma base ajustada, a Gap ganhou 48 centavos de dólar por ação.

© Thomson Reuters 2021 Todos os direitos reservados.