Gap assina acordo de energia renovável para reduzir sua pegada de carbono

A empresa americana de moda, Gap Inc., quer reduzir sua pegada de carbono e, para isso, assinou um novo acordo de energia eólica.



O conglomerado - cujo portfólio de marcas inclui Old Navy, Gap, Banana Republic, Athleta e Intermix - assinou um contrato de compra de energia de 90 megawatts de 12 anos para o Aurora Wind Project (Projeto Eólico Aurora) com a Enel Green Power North America. De acordo com a Gap, o acordo permitirá atingir sua meta anunciada em 2015 de reduzir em 50% as emissões de gases de efeito estufa de escopo 1 e 2 de suas instalações até 2020.

A Gap estima que a produção de energia eólica incluída nesta compra implicará em uma redução nas emissões de gases de efeito estufa equivalente à remoção de 60.000 carros das ruas anualmente.

"Temos a responsabilidade de reduzir nosso impacto climático", disse Art Peck, presidente e CEO da Gap Inc., em comunicado. "Para a Gap Inc., fazer parte da solução climática significa fazer investimentos estratégicos na geração de energia limpa.” Art Peck acrescentou que a empresa também se comprometeu a alcançar 100% de energia renovável em todas as suas instalações globais até 2030.

A Gap não é o único player da moda a tomar medidas importantes para reduzir sua pegada de carbono. No mês passado, a Levi Strauss & Co. divulgou uma série de metas baseadas em ciência para reduzir em 90% as emissões de gases de efeito estufa em suas instalações até 2025. A gigante de roupas esportivas Puma também anunciou recentemente que quer reduzir sua emissão de gases de efeito estufa em 35% até 2030. Metas semelhantes também foram anunciadas pelas marcas de luxo Ralph Lauren e Burberry.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 AFP-Relaxnews. All rights reserved.

Moda - Pronto-a-vestirIndústria
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER