×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
23 de mar de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

G-III vê receita anual contrair 35%

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
23 de mar de 2021

Com sede em Nova York, o G-III Apparel Group, Ltd. é a empresa controladora de marcas como DKNY e Donna Karan. No exercício fiscal encerrado em  31 de janeiro de 2021, a empresa registrou vendas líquidas de 2,06 bilhões de dólares (1,73 bilhão de euros), 35% abaixo dos 3,16 bilhões de dólares (2,65 bilhões de euros) de 2019.


A G-III terminou a restruturação de sua rede de distribuição no ano passado - Instagram: @dkny


O lucro líquido da empresa atingiu 23,5 milhões de dólares (19,7 milhões de euros) ou 0,48 dólares (0,40 euros) por ação diluída, ante 143,8 milhões de dólares (120,53 milhões de euros) ou 2,94 dólares (2,46 euros) por ação diluída no ano anterior.
 
Morris Goldfarb, presidente e CEO da G-III, declarou em um comunicado: “A nossa cultura corporativa, baseada numa visão comercial, deu frutos e nos permitiu desenvolver uma resposta à tendência do sportswear, fornecendo aos nossos distribuidores produtos adaptados.” Desde o início da pandemia de Covid-19, a demanda por roupas mais confortáveis e casuais explodiu. “Encerramos o ano fiscal de 2020 com grandes melhorias nas nossas operações de venda por atacado e concluímos a reestruturação da nossa rede de distribuição.”

No âmbito desta reestruturação, as lojas Wilsons Leather e G.H. Bass foram fechadas definitivamente, o que representa cerca de 200 estabelecimentos.

No quarto trimestre, o grupo alcançou vendas líquidas de 526,2 milhões de dólares (441,06 milhões de euros), uma queda de 30,3% em relação aos 754,6 milhões de dólares (632,5 milhões de euros) do mesmo período do ano anterior. O lucro líquido trimestral atingiu 14,6 milhões de dólares (12,24 milhões de euros) ou 0,30 dólares (0,25 dólares) por ação diluída, contra 25,3 milhões de dólares (21,21 milhões de euros) ou 0,52 dólares (0,44 euros) por ação diluída no quarto trimestre de 2019.
 
Para 2021, a G-III espera vendas líquidas de aproximadamente 460 milhões de dólares (385,57 milhões de euros) no primeiro trimestre, superiores aos 405,1 milhões de dólares (339,55 milhões de euros) no primeiro trimestre de 2020. O lucro líquido, por seu lado, poderá atingir 0,05 a 0,15 dólares (0,042 a 0,13 euros) por ação diluída, voltando ao positivo após perdas de 0,33 dólares (0,28 euros) no mesmo período do ano anterior.

Morris Goldfarb explicou: “Ao longo do ano, acreditamos que a demanda por roupas e acessórios mais formais irá aumentar. Estamos trabalhando em estreita colaboração com os nossos distribuidores e fornecedores para podermos oferecer esses produtos ao mercado no momento oportuno.”

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.