×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
12 de out. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Fosun Fashion Group torna-se Lanvin Group

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
12 de out. de 2021

O Fosun Fashion Group quer jogar na liga dos grandes. A divisão de moda e luxo da colosso chinês Fosun International, que detém várias marcas internacionais, decidiu rebatizar-se Lanvin Group, assumindo o nome da histórica casa parisiense que comprou em 2018. Este rebranding acontece numa altura em que a empresa acaba de arrecadar 150 milhões dólares (cerca de 130 milhões de euros), recebendo a bordo novos grandes investidores.


Look da última coleção da Lanvin, marca principal do grupo - © PixelFormula

                                                             
Além da Lanvin, o Fosun Fashion Group é igualmente proprietário da Sergio Rossi, adquirida em junho passado, da marca italiana de vestuário Caruso, na qual acaba de injetar capital, da austríaca Wolford, da marca americana St. John e da alemã Tom Tailor. Agora avaliado em cerca de 1 bilhão de dólares (perto de 860 milhões de euros), o grupo chinês não deverá parar por aqui, acelerando a sua política de aquisições com a ambição de se tornar um grande pólo de luxo.
 
O grupo foi fundado em 2017 pela Fosun International, proprietária, em França, do Club Med, do qual continua a ser acionista majoritária, e arrecadou 300 milhões de dólares desde a sua criação. Na segunda-feira (11), anunciou a entrada no seu capital de três novos investidores: o conglomerado comercial japonês Itochu Corporation, a fabricante de calçados de luxo Stella International, cotada em Hong Kong, e o fundo de private equity chinês Xizhi Capital.

Em abril, o Fosun Fashion Group-Lanvin Group criou uma "aliança estratégica" com a Baozun, o principal parceiro de comércio eletrônico da marca na China, e com o grupo chinês de desempenho de marketing Activation Group. Também estão incluídos os centros comerciais chineses K11 e o fabricante de vestuário chinês Neo-Concept Group. Cada um com a sua especialização desempenha o papel de parceiro privilegiado de todas as marcas da Fosun.
 
A esta aliança junta-se agora a Stella International, que fabrica calçados esportivos, em particular para Off-White, Prada, Balmain e Balenciaga, e que assim poderá criar coleções de sneakers para determinadas marcas do grupo, e a Itochu, que deverá ajudar as marcas presentes no portfólio do Fosun Fashion Group a entrar ou a fortalecer a sua presença no mercado japonês.

Guo Guangchang, presidente e cofundador da Fosun International Limited, declarou através de um comunicado: “A Fosun sempre se concentrou em setores de forte crescimento e conseguiu criar ecossistemas focados nos seus consumidores. O Lanvin Group está se tornando um dos maiores players do setor. O grupo está bem posicionado para tirar partido da demanda sustentada por bens de luxo em todo o mundo, especialmente na China, onde, juntamente com os seus parceiros, tem um acesso incomparável e beneficia de uma vasta experiência."
 
Atualmente, o Lanvin Group gere um portfólio de ativos de mais de mais 120 mil milhões de dólares. Com as cinco marcas Lanvin, Sergio Rossi, St. John, Wolford e Caruso, conta com mais de 1000 pontos de venda, 200 boutiques e 3500 funcionários em mais de 60 países. Nos últimos 15 meses, abriu 25 lojas, incluindo 19 na China. O seu logotipo e o novo site serão divulgados nos próximos meses.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.