×
829
Fashion Jobs
GRUPO BOTICARIO
Consultor Comercial jr
Efetivo - CLT · CURITIBA
GRUPO BOTICARIO
Cientista de Dados CRM vd sr
Efetivo - CLT · Curitiba
RENNER
Gerente de Marketing - Marca e Sustentabilidade
Efetivo - CLT · Porto Alegre
RENNER
Gerente de Marketing e Analytics
Efetivo - CLT · Porto Alegre
AMARO
Tech & Data Business Partner
Efetivo - CLT · São Paulo
CHILLI BEANS
Supervisor de Vendas no Varejo - Chilli Beans
Efetivo - CLT · São Paulo
CAMICADO
Buyer
Efetivo - CLT · São Paulo
CAMICADO
Buyer
Efetivo - CLT · São Paulo
RENNER
Analista de Produto - Licenciados
Efetivo - CLT · Porto Alegre
RENNER
Comprador
Efetivo - CLT · Porto Alegre
AMARO
SEO Analyst
Efetivo - CLT · São Paulo
CAMICADO
Supervisor de Vendas - Tijuca/rj
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
RENNER
Analista de RH - Business Partner
Efetivo - CLT · Porto Alegre
CAMICADO
Supervisor de Vendas e Operação de Loja - Brasília
Efetivo - CLT · Brasília
RENNER
Encarregado de Logistica E-Commerce
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
GRUPO BOTICARIO
Analista Gestão de Riscos Csc pl
Efetivo - CLT · Curitiba
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral
RENNER
Supervisor de Vendas| Imperial Shopping - Imperatriz ma
Efetivo - CLT · Imperatriz
RENNER
Supervisor de Vendas| Shopping Golden Calhau - São Luís
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| São Luís Shopping
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| Natal Shopping
Efetivo - CLT · Natal
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral

Fórum Internacional do Couro debate mercado

Por
Exclusivo
Publicado em
today 19 de jan de 2011
Tempo de leitura
access_time 4 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Dentro da programação oficial da 38ª Couromoda, que ocorre em São Paulo até o dia 20, o 2ª Fórum Internacional do Couro reuniu os maiores especialistas em mercado internacional do setor. Para um auditório lotado, Wolfgang Goerlich, presidente do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) e do Internacional Council of Tanners (ICT), abriu os trabalhos agradecendo o apoio da Apex-Brasil, sem a qual o evento não poderia ser realizado.

A segunda exposição do dia foi de Paul Pearson, secretário geral do ICT. Ele tratou do panorama mundial do mercado para couros, bem como listou os entraves para o desenvolvimento, que seriam debatidos com maior profundidade durante todo o evento, que teve uma duração de quase cinco horas. O especialista lembrou que o mercado de peles está ligado ao comércio de carnes e laticínios e que o setor deve estar atento ao desenvolvimento desses nichos. Conforme dados colhidos, a maioria dos couros produzidos no mundo são provenientes de bovinos (65%), seguido de carneiros( 15%) e caprinos (9%). Porém, ele alerta que o consumo de carne vem aumentando em escala mundial, o que não ocorre com a de gado ou caprino – que é o subproduto do couro -, e sim a de aves.

Pearson também destacou o fato de que continua a existir o declínio da produção de couros nos países desenvolvidos, ao mesmo tempo em que aumenta nos países em desenvolvimento. O secretário ressaltou, ainda, o fato de que as oscilações das moedas vêm prejudicando a formação dos preços. Por fim, Pearson chamou atenção para a necessidade de uma campanha internacional que chame atenção para etiquetagem do couro, para que não se comercialize produtos sintéticos que levem o nome e a nobreza da pele animal.

Gustavo Quijano, secretário geral da Confederação das Associações Nacionais de Curtumes (COTANCE), entidade atuante na Europa, falou sobre o comércio de couros no tempo da crise mundial e ressaltou a necessidade de se melhorar a governança nos curtumes para que se colham resultados prósperos no futuro. “A crise foi como um terremoto, foi como um choque, que não sacudiu somente o couro e sim todos os setores”, enfatizou Quijano, apresentando que, segundo o ICT, o mundo teve uma queda de 15% na produção de couros em 2009, o que representa US$ 151,8 bilhões.

No entanto, ele salientou que o mundo vem se recuperando da crise econômica mundial do final de 2008, mas que, para recuperar todos os efeitos negativos dela, vai precisar crescer nos próximos 10 anos na casa dos 10%. “A Itália foi o único País que mostrou uma resiliência maior e conseguiu crescer na análise setorial durante o período”, revelou. Sobre a projeção para 2011, Quijano disse que o setor deve crescer 10% com relação ao ano passado.“Também devo destacar, como já destacaram aqui, a importância de se etiquetar os couros, pois estão tomando posse das nossas ações e deixando os consumidores confusos”, acrescentou.

O secretário também chamou atenção para a necessidade de uma governança corporativa que tenha como foco a responsabilidade social, deixando o rótulo de poluídos e sujos dos curtumes para trás. “Os consumidores das economias maduras se sentem, cada vez mais, culpados em comprar produtos de indústrias que não sejam sustentáveis”, alertou. Para ele, é urgente que os curtumes tenham ferramentas para mostrar que são limpos para a sociedade. “Lógico que isso não resolve a crise, mas nos ajuda a ter uma visão positiva de futuro”, comentou Quijano, ressaltando que os países precisam harmonizar as regras quanto ao comércio de peles, bem como diminuir as barreiras comerciais.

O evento continuou com as exposições de Donald Oshman, presidente das publicações setoriais Hidenet (Estados Unidos) apresentando dados do mercado norte-americano de peles; Mwinykione, presidente do Conselho do Desenvolvimento do Couro (LDC), do Kenya, tratando do mercado africano de peles; Goerlich discorrendo sobre o mercado brasileiro; Ron Sauder, presidente e editor do The Sauer Report falando sobre o mercado mundial de peles; e, por último, Mike Redwood, presidente da Leather Naturally (UK), abordando o tema “Ideias para a promoção do couro em escala mundial”.

Confira um especial sobre a 2ª edição do Fórum Internacional do Couro na próxima edição do suplemento Mais Couro de fevereiro de 2011

Copyright © 2020 Exclusivo On Line. Todos os diretos Reservados.