×
892
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Forever 21 explora opções de reestruturação

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 11 de jun de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A retalhista de fast fashion com sede em Los Angeles Forever 21 Inc. está a avaliar opções de reestruturação com potenciais financiadores e consultores, numa tentativa de salvar o negócio.
 

Relatos de uma possível reestruturação da Forever 21 vieram à tona na segunda-feira - Instagram: @forever21


De acordo com um relatório da Bloomberg que cita pessoas próximas do assunto, a empresa estará à procura de opções de financiamento que lhe permitam aumentar a sua liquidez e manter o controlo do negócio nas mãos do seu fundador, Do Won Chang.
 
Segundo se sabe, a retalhista também estará em conversações com a empresa de capital público Apollo Global Management, estudando a possibilidade de financiamento debtor-in-possession em caso de declarar falência.

No entanto, a fonte quis enfatizar que ainda não foram tomadas decisões definitivas sobre a possível reestruturação da empresa.

Por seu lado, a empresa faz as suas jogadas em segredo e disse, na segunda-feira, à Bloomberg:"A Forever 21 está conversando com os seus credores no curso normal dos negócios, de acordo com todos os seus contratos e continua trabalhando normalmente."

Por ser uma empresa privada, a Forever 21 não divulga os seus resultados financeiros, mas, assim como outros retalhistas focados em lojas físicas, a cadeia tem sido submetida a uma crescente pressão por parte de concorrentes digitais como Lulus, Boohoo e Fashion Nova.
 
Nos últimos anos, vários retalhistas com um público semelhante, como a American Apparel e a Rue21, declararam falência.

A Forever 21, que conta atualmente com mais de 815 lojas em todo o mundo, pôs fim à sua aventura em França em janeiro deste ano e também deixou a China recentemente, a último de uma lista de redes retalhistas que terminam a suas operações no país, como a New Look, a Topshop e a Asos.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.