Fendi apresenta desfile inspirado em jardinagem

É uma pena que o Chelsea Flower Show tenha acontecido no mês passado, porque a coleção espirituosa e elegante da Fendi apresentada na manhã de segunda-feira num jardim real em Milão tinha as roupas perfeitas para o evento.


Fendi - primavera-verão 2020 - Moda Masculina - Milão - Fotografia: CNMI

Pensada em torno da ideia do poder civilizador da jardinagem, a coleção continha uma série looks de outdoor, de fazendeiros a jardineiros. O elenco marchou ao longo dos caminhos do jardim arborizado da Villa Reale, da casa real de Saboia, com a luz salpicada a atravessar as árvores.
 
A plateia sentava-se graciosamente em cadeiras de vime, em cada uma das quais havia uma pequena cesta com bananas e bolos em miniatura. Tudo incrivelmente refinado.
 
Quarenta tons de verde abriram o espetáculo, de calças de trabalho em tom de pickle com robustas joelheiras e camisas para escavar, capas de chuva para um dia inclemente ou tops de malha chartreuse com calças e sandálias a combinar.
 
Muitos jardineiros usavam grandes ráfias ou chapéus de palha finalizados com o logótipo da Fendi. Numa série de inteligentes trocadilhos visuais, a designer Silvia Fendi usou as características riscas castanhas e beges da casa para cobrir regadores, ancinhos e tesouras de podar.

Igualmente inteligente foi a forma como fundiu as coisas típicas dos jardineiros - como os grandes bolsos externos - numa incrível alfaiataria citadina. Além disso, numa temporada na qual se assiste ao ressurgimento da sandália romana, ninguém teve uma seleção melhor do que Silvia Fendi.
 
“Sou realmente um grande fã de jardinagem, por isso foi muito bom injetar essa paixão neste desfile. É um lugar mágico, onde os modelos puderam andar pelos caminhos sombreados, dando a sensação de um explorador”, comentou Silvia Fendi após o desfile.
 
O desfile marcou a primeira apresentação de roupa masculina da Fendi desde o falecimento do diretor criativo Karl Lagerfeld, e a mudança de local, após meia década passada num espaço de desfiles na via Solari, no sul de Milão, acrescentou um novo élan.


Fendi - primavera-verão 2020 - Moda Masculina - Milão - Fotografia: CNMI

Embora a grande novidade tenham realmente sido os estampados fantasmagóricos, feitos em colaboração exclusiva com Luca Guadagnino, com fantásticas misturas de ilustrações e gráficos florais. O diretor de cinema, vencedor de vários prémios, chamou de "Botanics for Fendi" estes desenhos utilizados pela designer em casacos leves, impermeáveis e parkas largas. Até apareceram em bolsas de malha e mantas de piquenique de lã xadrez. Silvia e Luca conhecem-se há muito tempo, desde que a Signora Fendi foi produtora associada do filme Eu Sou o Amor, de 2009, do Signor Guadagnino.
 
Embora os looks mais cool tenham sido as camisas botânicas alongadas, inspiradas na juventude de Luca na Etiópia, e em sintonia com a tendência colonial vista em muitos desfiles milaneses nesta temporada. Embora, no caso da Fendi, tivesse um estilo muito Merry Christmas Mr. Lawrence
 
Já a banda sonora - criada através de remixes de obras clássicas e orquestrais - ficou a cargo de Ryuichi Sakamoto, adicionando muito drama.
 
“O álbum original de Sakamoto chamava Back to Basics, que era o que eu queria nesta coleção - simplicidade, autenticidade e natureza. Com materiais naturais, lã, organza de seda, algodão e palha”, explicou Fendi.
 
Agora, no próximo ano, quando chegar o dia do Chelsea Flower Show, já sabem onde comprar a sua roupa para causar inveja a todos os jardineiros.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirDesfiles
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER