×
Por
UseFashion
Publicado em
10 de jun de 2016
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Fashionroom se adapta ao novo sistema da moda

Por
UseFashion
Publicado em
10 de jun de 2016

Nos últimos tempos muito se tem falado no "See Now, Buy Now" e desde o ano passado, já começaram as questões sobre essas mudanças. Desse modo, também iniciaram as especulações de como marcas e semanas de moda se adaptariam efetivamente ao novo sistema.

 
Neste ano, as respostas começaram a ser notadas, e conseguimos acompanhar grifes colocando em prática esse novo movimento no SPFW, a exemplo da 2nd Floor e Riachuelo. Agora, outras marcas estão lançando seus espaços para atender às mudanças do calendário e a essa tendência mundial. 

Um exemplo de negócio que absorveu essas mudanças é o Fashionroom, um atacado de luxo que reestruturou seu e-commerce para atender esse consumidor que está à procura do novo o tempo todo e não quer esperar seis meses para comprar as criações dos desfiles vistos ao vivo.

Não se limitando mais a estações, a plataforma oferece peças típicas para o clima tropical brasileiro durante o ano todo. "Esse imediatismo com o tempo vai ser obrigatório e forçar as grifes a terem as mesmas datas de lançamentos e dividirem as coleções em grupos de entregas", explica o diretor comercial da empresa Xavier Neto.
 
O grupo também possui sua unidade matriz, situada no bairro dos Jardins, em São Paulo, que conta com seções dedicadas ao segmento feminino, oferecendo ao público acessórios, joias, moda festa, underwear e beachwear.
 
Recentemente, a empresa inaugurou uma filial focada totalmente na moda resort, com marcas como Amir Slama, Nadia Nuek, Mos, Princess e Scarf Me.

Copyright © 2021 UseFashion. Todos os direitos reservados.