×
177
Fashion Jobs
CAEDU
Analista de Controladoria pl
Efetivo - CLT · São Paulo
L'OREAL GROUP
Analista de Business Intelligence Pleno - Divisão Grande Público
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
INTJOBS
Missão Humanitária Internacional de Saúde: Todas as Especialidades
Efetivo - CLT · RIO DE JANEIRO
CAEDU
Analista de Produtos Financeiros pl
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Analista CRM pl - Segmentação
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Cidade de São Paulo
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Center Shopping Uberlândia
Efetivo - CLT · Uberlândia
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Del Rey
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Uberaba
Efetivo - CLT · Uberaba
AMARO
Compliance Analyst
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
CAEDU
Operador de Loja - Intermitente
Efetivo - CLT · São Vicente
CAEDU
Operador de Loja - Intermitente
Efetivo - CLT · Itu
CAEDU
Operador de Loja - Intermitente
Efetivo - CLT · Itapevi
CAEDU
Operador de Loja - Intermitente
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Analista Financeiro jr - Tesouraria
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Analista Financeiro jr - Contas a Pagar
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Analista Detecção de Fraude pl
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Supervisor de Vendas
Efetivo - CLT · Osasco
CAEDU
Operador de Loja - Intermitente
Efetivo - CLT · Osasco
CAEDU
Operador de Loja - Intermitente
Efetivo - CLT · Poá
AMARO
Facilities Lead
Efetivo - CLT · São Paulo
AMARO
Digital Product Analyst
Efetivo - CLT · São Paulo
Publicado em
30 de abr de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Fábricas de calçados perdem três mil postos em março

Publicado em
30 de abr de 2021

Depois de um primeiro bimestre positivo, com a criação de mais de 18 mil postos de trabalho no país, o setor calçadista registrou a perda de três mil vagas em março, encerrando o trimestre com saldo positivo de 15,6 mil empregos gerados. Os dados foram divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e elaborados pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados). 


Mulher trabalhando em fábrica de calçados - Divulgação Abicalçados


O presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira, destaca que o resultado não é surpresa, já que a primeira parte do ano sofreu com o abre e fecha do comércio, prejudicando as vendas no mercado interno:

“Sem demanda, não existe milagre. Saudamos, neste momento difícil, a medida provisória para reedição do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e Renda (BEm), que certamente irá aliviar, em parte, a perda de postos que devemos registrar até o final do primeiro semestre”, avalia o dirigente.


A medida, que permite a suspensão ou redução da jornada de trabalho como forma de manutenção de postos durante a crise provocada pela pandemia de Covid-19, também foi celebrada pela indústria têxtil e de confecção, como o Fashion Network noticiou

Ferreira projeta que a partir junho, com o avanço da  vacinação em massa e a consequente abertura irrestrita do comércio, o setor deve registrar números melhores, encerrando o ano com incremento de 12% na produção e de 6% no emprego em relação a 2020. Atualmente gerando 263 mil postos diretos no Brasil, o setor ainda está 4,7% aquém do registro do mesmo período de 2020. 

Registrando a perda de 484 postos em março, as fábricas calçadistas do Rio Grande do Sul são as que mais empregam no país. No acumulado do trimestre, as empresas gaúchas registraram a criação de 5,8 mil vagas, totalizando 81,44 mil postos diretos. O segundo maior empregador do setor no Brasil é o Ceará. Em março, as fábricas cearenses registraram a perda de 862 postos, encerrando o trimestre com saldo positivo de 239 vagas. O Estado gera 59 mil postos de trabalho diretos no setor calçadista brasileiro. O terceiro estado empregador do País é a Bahia, que com 30,57 mil empregos diretos registrou ganho de 179 postos em março e de 3,48 mil no acumulado do trimestre. 
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.