Fábrica portuguesa produz botões à base de borra de café

Vila Nova de Famalicão (Lusa) – Botões à base de borra de café são a mais recente inovação de uma fábrica portuguesa líder mundial no setor e que se prepara para mostrar em Xangai o seu mais novo produto ecológico.

Em declarações à agência Lusa, o presidente executivo da Louropel, Avelino Rego, explicou que a borra de café constitui 70% do botão, sendo o restante uma resina reciclada de poliéster polimerizado, que serve de cola e que dá consistência à peça. “O botão fica, naturalmente, com cheiro a café”, acrescentou.
Botões à base de borra de café da Louropel. Foto: Louropel

Nesta fase inicial, a borra está sendo recolhida apenas em “quatro ou cinco cafés” da região (Vila Nova de Famalicão, uma cidade da região norte de Portugal). “Em vez de ir para o lixo, como acontecia até aqui, a borra é guardada e depois utilizada na produção de botões”, acrescentou Avelino Rego. Disse ainda que a Louropel já foi contatada por uma empresa que se manifestou interessada em fornecer “grandes quantidades”, se tal se justificar.

Os botões à base de borra de café já estão sendo “mostrados a clientes e estilistas, mas a “grande rampa de lançamento” poderá estar numa feira que decorrerá a partir de 20 de outubro em Xangai, na China.

A Louropel produz atualmente 12 milhões de botões por dia, sendo que os botões ecológicos já representam 25% do total. Nesta produção ecológica, a empresa já incorpora produtos naturais e reciclados como papel, farinha de sêmola, algodão, pó de corozo, leite em pó, pó de corno natural, serragem de madeira, folha de madeira natural, fécula de batata, cânhamo, cortiça e outros vegetais.

Marcas e estilistas do mundo da moda internacional como Giorgio Armani, Valentino, Hugo Boss, Zara, Massimo Dutti, Ralph Lauren, Lacoste, Adolfo Dominguez, Shicha, Kenzo, Ted Baker e Tommy Hilfiger figuram entre os clientes da Louropel, cujos botões são vendidos em 25 países.

A empresa tem como principais mercados a Europa e os Estados Unidos da América, mas também exporta para a Ásia, Brasil e Austrália.

Em 2013, faturou 14 milhões de euros. Tem perto de 250 trabalhadores, sendo a carga salarial mensal de cerca de 250 mil euros.

Copyright © 2019 Agência LUSA. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirCriação
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER