×

Exportações de calçados têm alta de 0,9% em receita de janeiro a novembro

Publicado em
today 10 de dez de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Dados elaborados pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) apontam que, entre janeiro e novembro deste ano, foram embarcados para o exterior 104,2 milhões de pares de calçados, que geraram US$ 886,3 milhões. As altas são de 3,8% em volume e de 0,9% em receita no comparativo com igual período de 2018.


Setor calçadista de olho nas soluções tecnológicas - Foto: Duong Tran Quoc - Unsplash


O presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira, ressalta que o resultado foi influência, sobretudo, pela guerra comercial instalada entre Estados Unidos e China - com o consequente desaquecimento da economia internacional -  e a crise da Argentina. Segundo ele, no início do ano a previsão era de incremento mais significativo, especialmente porque a base de 2018 é muito fraca. “Mesmo assim, em função das instabilidades na economia mundial, isso acabou não acontecendo”, lamenta.

Principal destino dos embarques brasileiros entre janeiro e novembro deste ano, os Estados Unidos importaram 10,86 milhões de pares por US$ 181,66 milhões, incrementos de 26,5% em volume e de 28,2% em receita gerada na relação com mesmo período de 2018. O segundo destino foi a Argentina. 

Com resultados positivos tanto em receita (4,1%) quanto em volume (9,8%), a França foi o terceiro destino do calçado verde-amarelo no exterior. Entre janeiro e novembro os franceses importaram 7 milhões de pares por US$ 52,47 milhões.

O Rio Grande do Sul segue à frente no ranking de exportações brasileiras de calçados. A segunda origem das exportações brasileiras de calçados no período foi o Ceará. No terceiro posto aparece São Paulo. A Paraíba aparece na quarta colocação.

As importações de calçados também registraram crescimento no acumulado dos 11 meses do ano. Entre janeiro e novembro, entraram no Brasil 26 milhões de pares, pelos quais foram pagos US$ 345,16 milhões, altas de 3,5% e de 5,2%, respectivamente, ante o mesmo ínterim de 2018. 

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.