×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
14 de jun. de 2021
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Exportações de calçados brasileiros para o México registram queda em 2021

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
14 de jun. de 2021

Dados da Câmara da Indústria de Calçados de Guanajuato (CICG) revelam que, em 2020, o Brasil tornou-se o principal fornecedor latino-americano de calçados para o mercado mexicano e o quarto no ranking global, superado apenas por grandes países asiáticos do setor, como a China, o Vietnã e Indonésia. No entanto, até 2021, o calçado "Feito no Brasil" perdeu força no país, com queda de dois dígitos em todos os seus indicadores.


Calçado brasileiro perde força no México após ter sido o seu principal fornecedor regional em 2020 - FB Brazilian Footwear


De acordo com o último relatório da Associação Brasileira de Indústrias de Calçados (Abicalçados), entre janeiro e maio deste ano, o México importou do Brasil um total de 4,1 milhões de dólares em calçados, o que revela uma desaceleração de 27% em relação ao mesmo período de 2020.

Por outro lado, em relação ao volume, a Abicalçados confirmou que exportou para o México 708.698 pares de sapatos nos primeiros cinco meses de 2021. Esse resultado foi 20,8% inferior ao registrado entre janeiro e maio 2020, quando 895.170 pares de calçados entraram no país.

Com isso, o México é o único país que reduziu suas importações de calçados do Brasil na análise global e levando em conta os dois indicadores: valor e volume.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.