×
Por
Europa Press
Publicado em
19 de fev de 2015
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Estilistas revelam em Nova York possíveis tendências para o 'Red Carpet' do Oscar

Por
Europa Press
Publicado em
19 de fev de 2015

Nova York (Reuters/EP) – Com trajes de noite grandiosos, vestidos rentes à pele e um aceno ao glamour da antiga Hollywood, os criadores de moda presentearam Nova York com modelos sedutores para atrair a elite do mundo da moda às vésperas da passarela mais observada do mundo – o tapete vermelho do Oscar, cuja cerimônia ocorre neste domingo.

Desfile Badgley Mischka na Mercedes-Benz New York Fashion Week, outono-inverno 2016 - Foto: Agência Fotosite


De olho nas coleções outono-inverno da Semana da Moda de Nova York, os estilistas buscavam o vestido perfeito para suas clientes de primeiro escalão usarem na premiação, optando pela elegância sofisticada.
 
"Isso põe as agulhas para trabalhar, em termos de publicidade e reconhecimento", disse James Mischka, da dupla de estilistas Badgley Mischka, sobre a presença no tapete vermelho. “Pode fazer uma carreira acontecer”.

Mischka e seu parceiro, Mark Badgley, voltaram-se ao antigo estilo de Hollywood com trajes de noite dramáticos e ornamentados com brocados ricos em vermelho, preto e azul e vestidos longos e cintilantes baseados no filme “Sangue e Areia”, de 1941, estrelado por Tyrone Power.
 
O visual é luxuriante, sensual e dinâmico, com joias intercaladas no tecido e formas inspiradas na arquitetura futurista.
 
“Acho que vocês verão formas maiores no tapete vermelho desta vez”, opinou Mischka à Reuters antes do desfile. “As mulheres querem se parecer com princesas atualmente, princesas e rainhas”.
 
Mesmo que um estilista envie um modelo a uma atriz, não há garantia de que ele irá aparecer no tapete vermelho do Oscar, o que faz com que designers e fashionistas assistam ao espetáculo ao vivo na noite de domingo para se deparar com surpresas.
 
A diretora de criação da revista Marie Claire, Nina Garcia, disse que a moda no Oscar sempre é imprevisível, embora as cores escuras e metálicas tenham sido escolhas populares na passarela até agora neste ano, assim como decotes profundos e trajes com um ombro só.
 
"Levando em conta as indicadas, acho que será uma mistura do muito sofisticado e muito feminino”, declarou ela à Reuters.

Desfile Carolina Herrera na Mercedes-Benz New York Fashion Week, outono-inverno 2016 - Foto: Agência Fotosite


Entre as concorrentes deste ano estão Julianne Moore, Reese Witherspoon, Rosamund Pike, Felicity Jones e Emma Stone.
 
A estilista venezuelana Carolina Herrera, favorita de estrelas como Renee Zellweger, transbordou sofisticação e brincou com os movimentos em seus trajes de gala cheios e esvoaçantes em tons de azul e cinza inspirados em ondas e na água.
 
Monique Lhuillier, que já vestiu Witherspoon, Halle Berry e Catherine Zeta-Jones, também buscou estímulo em outra época, pegando carona nos anos 1920 com tons profundos de ameixa, azul meia-noite e bronze para seus trajes de noite sisudos.
 
“Acho que vocês verão muitas silhuetas coladas ao corpo”, arriscou ela sobre o Oscar. “As mulheres se cuidam muito em Hollywood, e esta é a noite para brilharem, por isso mostram um pouco de pele e de forma”.

Copyright © 2021 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.