×
976
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Estilista de noivas é a primeira brasileira a desfilar na semana de moda de Dubai

Publicado em
today 20 de nov de 2018
Tempo de leitura
access_time 5 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A estilista mineira Danielle Benício é a primeira latino-americana convidada para desfilar na semana de moda mais disputada dos Emirados Árabes: a Árabia Fashion Week, que acontece de 21 a 28 de novembro, em Dubai. No domingo, 25, Danielle vai apresentar uma coleção de moda bridal e festa, com 20 modelos exclusivos, todos bordados e com rendas desenhadas por ela e feitas em teares mineiros. 


Vestido da estilista mineira Danielle Benício: rendas são desenhadas por ela e feitas em teares mineiros - Divulgação



"Levar a renda brasileira, uma matéria-prima tão clássica e luxuosa para o mercado internacional é um sonho realizado, ainda mais em Dubai, onde eles priorizam tanto o luxo e a exclusividade", destaca a estilista.

A "renda exclusiva Danielle Benício" virou um dos principais DNA da marca. Os bordados, feitos com micropérolas, cristais e pedraria japonesa, são repletos de detalhes. Para o desfile em Dubai, os trabalhos foram inspirados em referências barrocas e elementos libaneses, tendo como destaques o arabesco, a flor de liz, penas estilizadas e a "casinha de abelha", uma tradicional técnica de bordado brasileira, muito presente nos vestidos da infância da estilista.


A estilista Danielle Benício: primeira brasileira a desfilar na semana de moda de Dubai - Divulgação


Dedicando-se à alta-costura desde 2002, Danielle é formada em Moulage pela tradicional escola francesa "Promod" e dedicou-se a estudos intensivos da técnica de bordados pela "École Internationale de Broderie". A seguir, confira nosso bate-papo com ela:

FASHION NETWORK: Participar da semana de Dubai é um passo rumo à internacionalização da marca? Vocês já vendem ou querem vender no exterior?

Danielle Benício: A internacionalização da marca é um projeto para 2019. Nós estamos trabalhando nisso há algum tempo, por meio de visitas a feiras de outros países, como Paris, consultoria junto a APEX – Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e surgiu a oportunidade de participar de um evento junto a empresários, em Dubai, com o apoio da ACMinas (Associação Comercial e Empresarial de Minas) e do Itamaraty.
Eu fui “descoberta” pelo CEO da Fashion Dubai. Ele se encantou com o meu trabalho de renda exclusiva. No mercado árabe, a exclusividade faz toda a diferença, eles valorizam muito isso. O CEO ficou surpreso com a qualidade da minha renda e frisou que há muito tempo não via nada parecido. Ele ficou tão entusiasmado que me colocou no último dia dos desfiles, considerado o dia mais nobre e glamouroso de todos, no dia 25. Já estou com 14 vestidos em Dubai e estou levando mais 6, para fazer um desfile completo com 20 peças. 

Como você vê o estilo das noivas de Dubai? Em que ele difere do das noivas brasileiras?

Danielle Benício: Em Dubai existem noivas do mundo todo. Tem casamentos árabes que duram seis dias, e que as noivas usam seis vestidos diferentes, como os casamentos da família real. É um mercado bem eclético. O que é muito forte lá são os vestidos com volume, tudo bem grande, estilo princesa. O CEO do evento me pediu para manter o meu “DNA”: a renda e a fluidez das minhas peças. Pretendo conquistar esse mercado com meu trabalho handmade. E em Dubai eu não entro com tantos decotes como no Brasil, mas como é um mercado geral, com buyers do mundo todo, vou fazer algo bem diversificado.

Você tem planos de venda por atacado?

Danielle Benício: O meu foco hoje é conquistar multimarcas ao redor do mundo para que representem a marca Danielle Benício. O mercado varejista demanda minha presença. Foi cogitado a possibilidade de eu ir uma vez por mês a Dubai para atender na Fashion Council, que é o conselho de alta-costura. Eu sou a primeira estilista da América Latina a ser chancelada por eles, vou fazer parte do conselho. Estamos focando muito nesse evento para os compradores, tanto que a primeira fila do meu desfile é formada por influenciadores e compradores do mundo todo, tanto para moda festa como para noivas.

Qual é a sua expectativa de crescimento nas vendas este ano?

Danielle Benício: A entrada nesse evento abre ótimas perspectivas de crescimento, mas não tenho como mensurar isso, tanto no mercado interno como externo. Com a entrada no conselho de alta-costura de Dubai, acredito que as vendas terão um ótimo crescimento.

O mercado de casamento sentiu o impacto da crise?

Danielle Benício: Sim, a crise veio para todos. O mercado de luxo se abalou, muitas pessoas ficaram receosas em adquirir novos produtos. Houve uma modificação sim, inclusive na minha marca. Eu lancei uma segunda marca, a RSVP, que tem um aspecto sustentável: abri a possibilidade de as noivas que compram os meus vestidos poderem devolver os vestidos, para serem locados. Isso fomentou ainda mais as vendas, porque as clientes já compravam com o sentimento de recuperar parte do investimento. É um mercado novo para mim também, a locação de vestidos de luxo com preço acessível. Gosto de ver o lado positivo na crise. Foi um ganho para o mercado. Eu consegui identificar uma alteração sentimental na compra. As pessoas querem uma experiência incrível, eu permaneço oferecendo isso, porque a alta-costura é uma experiencia única, quem investe quer isso. E consegui trazer para o momento da crise, a noiva que também quer um vestido de qualidade, porém com um valor reduzido. Consegui equilibrar e não senti tanto em questões de números. Foi um aprendizado. 
 
O vestido da Meghan pegou? Há alguma tendência marcante nos pedidos das noivas?

Danielle Benício: Os casamentos reais sempre trazem alguma tendência. O estilo minimalista já era esperado. Eu já sentia essa mudança, antes mesmo antes do casamento, até pela questão desse mercado ter se alterado. As pessoas estão mais conscientes, o que traz um aspecto minimalista no consumo.  Eu particularmente adoro, sempre trabalho com modelos minimalistas, mas é necessária uma modelagem impecável para que funcione, esse é o grande diferencial que a alta-costura possibilita.
 
 
 

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.