×
Publicado em
18 de dez. de 2015
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Estados Unidos: equilíbrio nas vendas de vestuário em 2016?

Publicado em
18 de dez. de 2015

Embora o varejo e os materiais para reforma devam conhecer nos Estados Unidos uma alta das suas vendas, o vestuário poderia ter de se contentar com um crescimento lento, segundo a agência Moody's.

AFP


Embora oito de treze subsetores do varejo analisados pela agência devam exibir no próximo ano receitas operacionais superiores a 5%, o vestuário é uma exceção. A Moody's conta, para este setor, com um avanço de 3-5%, desaceleração em relação ao crescimento de um dígito de uma forte base" exibido este ano.
 
"Com uma nota positiva, muitos fabricantes de vestuário poderão ainda se beneficiar das oportunidades de crescimento orgânico no exterior, em particular no que diz respeito à crescente classe média nos mercados emergentes", aponta Mickey Chadha, vice-presidente encarregado dos estudos de varejo. "Além disso, a alta das vendas diretas aos consumidores reforça o posicionamento das marcas junto aos consumidores".

O mercado americano da venda física de vestuário e de acessórios deve atingir os 285 bilhões de dólares (cerca de 1.107 trilhão de reais) tendo num horizonte 2025, contra 225 bilhões de dólares consolidados em 2012. As vendas on-line de vestuário e de acessórios devem, por sua vez, atingir 86 bilhões de dólares em 2018, ao passo que, por enquanto, a Internet representaria cerca de 17% das vendas do setor.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.