×
Por
Reuters
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
30 de jun. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

EssilorLuxottica quer "virar a página" e concluir aquisição da Grandvision

Por
Reuters
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
30 de jun. de 2021

A EssilorLuxottica anunciou na terça-feira (29) ter aprovado a conclusão, no dia 1º de julho, do seu projeto de compra do grupo ótico holandês Grandvision por 7,2 bilhões de euros, pondo fim a uma novela iniciada há quase dois anos.


Reuters


"Após termos considerado todas as nossas opções, tomamos a decisão de concluir a aquisição sem mais delongas. A lógica estratégica da transação permanece forte e inalterada e, após dois anos de esforços e trabalho constante, estamos prontos para virar a página e iniciar um novo capítulo na história da EssilorLuxottica com a GrandVision”, anunciou o grupo em comunicado.
 
"À medida que a nossa indústria recupera com o crescimento pós-pandemia, acreditamos que este é o momento ideal para expandir a nossa atividade de venda no varejo (...)." O grupo holandês respondeu que "tomou nota" da decisão da EssilorLuxottica.

Criada em 2018 pela fusão da especialista francesa em lentes ópticas Essilor e da gigante italiana de óculos Luxottica, a EssilorLuxottica é proprietária, entre outras, da Ray Ban e detém licenças para marcas de luxo como Chanel, Prada e Versace.
 
Em julho de 2019, anunciou a sua intenção de comprar a GrandVision, o que levou as autoridades europeias a abrir uma investigação aprofundada sobre as possíveis consequências para a concorrência.
 
Entretanto, o projeto deu origem a uma disputa entre a EssilorLuxottica e a direção da GrandVision sobre a gestão da crise do coronavírus por esta última, um caso apresentado na justiça holandesa que, na semana passada, decidiu a favor da empresa franco-italiana.
 
Para dissipar os temores das autoridades europeias de que a aquisição da GrandVision prejudique a concorrência, a EssilorLuxottica comprometeu-se a vender parte das redes de distribuição da empresa holandesa na Itália, Holanda e Bélgica.

Assim, na Bélgica serão vendidos 35 pontos de venda pertencentes à marca GrandOptical, sem a marca, que poderá ser mantida sob licença ao comprador. Em Itália, o novo grupo venderá um total de 174 lojas: todas da cadeia VistaSi da EssilorLuxottica e 72 marca GrandVision by. Na Holanda, 142 lojas da rede EyeWish serão vendidas com a marca, que o grupo terá que abandonar nos pontos de venda que irá manter.

(Blandine Hénault e Nicolas Delame)

© Thomson Reuters 2021 Todos os direitos reservados.