×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
20 de jul. de 2021
Tempo de leitura
4 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Ermenegildo Zegna vai cotar ações na Bolsa de Valores de Nova York

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
20 de jul. de 2021

A indústria da moda de luxo italiana multiplica novidades. Apenas um dia após a notícia de que a L Catterton assumirá uma participação majoritária na Etro,, a Ermenegildo Zegna confirmou que será cotada na Bolsa de Valores de Nova York e que se fundirá com a Investindustrial Acquisition Corp, que será acionista minoritária com uma participação de 11%.


Ermenegildo Zegna - outono-inverno 2021 - Moda Masculina - Milão - © PixelFormula


Para isso, foi criada uma empresa com propósito especial de compra (special-purpose acquisition company - SPAC) nos Estados Unidos, dando ao grupo um valor empresarial de 3,2 bilhões de dólares (2,71 bilhões de euros) e um valor de capital de 2,5 bilhões de dólares (2,12 bilhões de euros). A família Zegna mantém o controle com uma participação de aproximadamente 62%.
 
Após o acordo da Etro, no alterado mundo pós-pandemia, é claro que as empresas familiares de luxo percebem a importância de ter parceiros significativos, com muita experiência de luxo e capacidade de adicionar investimentos em dinheiro aos seus negócios. Mas, a notícia da Zegna também segue uma tendência na qual um grande número de empresas ligadas à moda, em todos os níveis de preço, estão cotando as suas ações nas bolsas de valores da Europa e dos Estados Unidos.

Além de destacarem a atratividade do negócio para os acionistas, os dois sócios disseram que "a aquisição bem-sucedida da marca Thom Browne demonstra a força da estratégia de fusões e aquisições do grupo e a sua capacidade de desenvolver marcas". A empresa adquiriu o controle da Thom Browne em 2018.

Desde a sua fundação em 1910, a Ermenegildo Zegna passou de produtora de têxteis e menswear a um importante nome em matéria de artigos de luxo a nível mundial.
 
A aquisição da Thom Browne assinalou um grande passo além da sua marca homônima. Importa destacar que também a expôs a uma base de clientes com um foco digital maior do que o da sua marca principal. A empresa declarou ter duplicado a receita da marca Thom Browne desde 2018.
 
No final do ano passado, o grupo estava presente em 80 países através de 296 lojas operadas diretamente e, para este ano, espera que as suas vendas anuais “se aproximem das de 2019”. Em 1991, a Zegna foi a primeira marca de moda masculina de luxo a abrir na China, e esta representou 35% da sua receita de vestuário, acessórios e têxteis em 2019.
 
A empresa também tem crescido rapidamente no segmento de roupa de lazer de luxo, categoria que passou de 38% das vendas em 2016 para mais de 50% em 2021 até ao momento, “tudo enquanto mantém a sua posição de liderança no segmento de roupa formal tradicional”. Além disso, esta indica que "também atraiu com sucesso uma nova geração de clientes através de parcerias e colaborações que elevaram ainda mais a marca entre os consumidores mais jovens".

Ermenegildo “Gildo” Zegna, CEO do grupo, afirmou que o negócio continuará focado na qualidade e sustentabilidade: “O anúncio de hoje mostra o sucesso da nossa estratégia de nos focarmos continuamente no valor de marca do grupo, continuando a construir a nossa herança, o nosso caráter sustentável e o artesanato único que tornou o nosso nome sinônimo de qualidade e luxo em todo o mundo. A família Zegna permanecerá no comando da empresa e continuaremos a investir em criatividade, inovação, talento e tecnologia para manter a posição de liderança da Zegna no mercado mundial do luxo."

Andrea C Bonomi, fundador da Investindustrial e presidente do Industrial Advisory Board, declarou por seu lado: “Durante mais de 30 anos, a Investindustrial tem investido e apoiado tanto marcas italianas líderes como marcas em crescimento. Acreditamos na força do made in Italy. Com a Zegna, identificamos um grupo que inclui também tanto uma forte herança familiar como uma posição de liderança em sustentabilidade, um dos pilares da nossa estratégia de investimento. Estamos a apoiar o grupo Zegna com um compromisso a longo prazo e um investimento significativo para apoiar a contínua expansão e crescimento da empresa, com o objetivo de difundir a incomparável herança e o artesanato de luxo da Zegna de forma mais ampla para clientes em todo o mundo."

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.