×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
5 de out. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Encontro com a Valentino, em processo de regeneração

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
5 de out. de 2021

Nos últimos anos, a Valentino apresentou as suas coleções em uma mansão dos Rothschild, ou atrás do Túmulo de Napoleão. Desta vez, a marca levou a sua coleção para as coloridas ruas de Paris.

Valentino - primavera-verão 2022 - Moda Feminina - Paris - © PixelFormula


Num gesto revolucionário, Pierpaolo Picciolo fez as suas modelos desfilarem primeiro diante da nata da moda no Carreau du Temple, depois no exterior do mercado de ferro forjado do século 19, onde as tops se apresentaram diante de estudantes de moda e arte, pertencentes à nova geração. Sentados nas mesas do bistrot, estes aplaudiram a impressionante apresentação da Valentino.
 
Esta inclui uma coleção inédita intitulada Valentino Archive, outro conceito iconoclasta, uma vez que a ideia é encontrar looks icônicos entre os primeiros croquis do fundador Valentino Garavani e trazê-los de volta à vida para o século 21.

Os fãs históricos da marca reconhecerão uma grande parte - o vestido branco de Marisa Berenson, os sobretudos com estampados de animais, os vestidos florais glamourosos imortalizados pelas fotografias de Chris von Wangenheim. A nova linha consiste principalmente em ideias de alta-costura atualizadas em cores acrílicas, tecidos técnicos como tafetá lavado, polyfaille ou nylon. Ou ainda camisas floridas em nylon recortadas com estêncil, que Piccioli batizou de The New Lace (a nova renda).

Tudo acompanhado por novas botas militares ou divertidas sandálias rocker de centurião. Para os homens, deslumbrantes ternos trespassados cor beringela e camisas de tecidos técnicos, usados com colares de pérolas e uma bolsa masculina verde. Além de algumas novas peças em denim, com silhuetas de pernas em évasée, inspiradas na estreia da Valentino Jeans, em 1985.

Tudo isso enquanto tirava a Valentino do palácio romano para levar a marca junto ao grande público. De forma bem literal, já que atrás dos estudantes de arte, milhares de jovens fãs de moda desafiaram a chuva que caía para animar cada passagem pelo mercado.
 
“É uma homenagem ao poder da imagem da Valentino”, explicou Pierpaolo Piccioli durante uma prévia matinal na sede parisiense da Valentino, que dispõe de um escritório cuja vista abrange a Meca da joalheria global, a Place Vendôme, a anos-luz do moderno quarto distrito, onde decorreu o desfile "Rendez-vous Valentino". “Sem fronteiras, mas uma liberdade de expressão, tanto nos salões como na rua. Um reboot para a marca, para dar um novo sentido a códigos bem conhecidos.”


Valentino - primavera-verão 2022 - Moda Feminina - Paris - © PixelFormula


O desfile foi também o primeiro em Paris desde a nomeação do novo CEO Jacopo Venturini, conhecido como um gênio do merchandising. E segue-se a inúmeros comentários de compradores de grandes lojas de departamentos de que as vendas da Valentino estão há várias temporadas em queda.
 
Outra razão pela qual abrir as portas ao mundo exterior parece uma ideia tão boa.
 
Um novo CEO e um novo foco. Um novo conceito de desfile e uma nova linha de moda. Nova energia e a Valentino parece estar finalmente na direção certa!

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.