Empresa chinesa Ant Financial vai investir 100 milhões de dólares em IPO da brasileira Stone Co.

A processadora brasileira de cartões brasileira Stone Co. Ltd. disse em uma declaração de valores mobiliários na segunda-feira (22) que a Ant Financial, empresa chinesa de meio de pagamentos controlada pela gigante do gigante de e-commerce, Alibaba, irá investir 100 milhões de dólares na oferta pública inicial da companhia.


O investimento ressalta o potencial de crescimento dos pagamentos eletrônicos no Brasil, onde apenas dois terços do consumo das famílias é pago em dinheiro. - Reuters

A Ant Financial é a mais recente empresa de grande porte a demonstrar interesse no IPO da Stone Co, que poderia arrecadar até 1,1 bilhão de dólares na Nasdaq.

A Stone Co teve um grande número de interessados em seu IPO, que atraiu a atenção da Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, informaram à Reuters duas pessoas com conhecimento sobre o assunto, que se recusaram a ser identificadas, já que as negociações são privadas. Segundo uma das fontes, esses grandes investidores no IPO ajudaram a aumentar o interesse.

Ainda de acordo com a fonte, a alta demanda permitiu que o preço, inicialmente planejado para quinta-feira, fosse transferido para quarta-feira. O jornal financeiro IFR reportou na segunda-feira que o preço seria adiantado.

Goldman Sachs, JP Morgan Chase & Co e Citigroup, os coordenadores globais da oferta, podem discutir a elevação do preço das ações da Stone Co acima da faixa de 21 a 23 dólares com base na resposta do mercado, disseram as duas fontes. Essa mudança ainda precisa ser discutida com a empresa.

A Berkshire Hathaway e alguns dos atuais acionistas da Stone Co, incluindo a Madrone Capital Partners, poderiam adquirir cerca de metade das 47.727.273 ações oferecidas no IPO, de acordo com um registro anterior de títulos.

O envolvimento de investidores internacionais de alto nível ressalta o potencial de crescimento dos meios de pagamentos eletrônicos em um país onde apenas dois terços do consumo das famílias é pago em dinheiro.

Em 2017, os pagamentos com cartão totalizaram 1,36 trilhão de reais (367,24 bilhões de dólares), segundo a Associação Brasileira de Empresas de Cartões de Crédito e Serviços, Abecs.

Traduzido por Novello Dariella

© Thomson Reuters 2018 Todos os direitos reservados.

Moda - DiversosDistribuiçãoNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER