Empresa brasileira reutiliza embalagens PET para embalar xampus e condicionadores

Sustentabilidade é a palavra de ordem da Reload Beleza Positiva, uma marca brasileira que utiliza como embalagem garrafas PET de água higienizadas por pessoas que viviam em situação de rua. Além da tecnologia inovadora de reaproveitamento do material, os produtos também são feitos com ingredientes naturais, como óleo de moringa, produzidos por agricultores familiares. Tudo obra do idealizador da empresa, Filipe Sabará, que tem ainda como sócios o jovem Teodoro Brava e a atriz Maitê Proença, que entrou recentemente como sócia da empresa por acreditar no propósito da marca. Em entrevista ao Fashion Network, Teodoro fala sobre o projeto. Confira a seguir:


Os produtos da Reload: feitos com embalagens PET reutilizadas - Divulgação

FASHION NETWORK: Como surgiu a ideia da marca e há quanto tempo vocês estão no mercado?
 
Teodoro Brava:
A Reload Beleza Positiva foi lançada em dezembro do ano passado com um posicionamento bastante inovador e disruptivo. Apesar do sucesso da marca antiga, a nova Reload traz uma proposta muito mais verde, alinhada com o sonho do nosso sócio-fundador, Filipe Sabará: reutilizar embalagens PET. Sonho que nasceu quando o Filipe, ainda pequeno, vendia cosméticos caseiros em embalagens reutilizadas.

Como é o processo de recolhimento e higienização das garrafas? Isso encarece o preço final?
 
Teodoro Brava:
Nós desenvolvemos um processo de logística reversa em parcerias com restaurantes, bares e hotéis em São Paulo para coleta das garrafinhas de água. Assim que coletadas, as embalagens passam por um processo bastante seguro de higienização desenvolvido em parceria com uma cooperativa, também na capital. Fazemos análises químicas e biológicas nas garrafas antes de encaminhá-las ao local de envase dos produtos. Na teoria, o processo é simples, mas na prática é um pouco mais complicado, pois infelizmente a logística reversa no Brasil ainda é cara.
 

Teodoro Brava: sócio da Reload - Divulgação

Qual é a expectativa de crescimento de vocês para este ano?

Teodoro Brava: Queremos crescer substancialmente. Em breve, com a abertura dos primeiros pontos de venda físicos, acreditamos que os produtos ganharão aproximação com nosso consumidor. Nesse sentido, nossa mensagem ficará mais clara quando vendermos nas lojas Mundo Verde e Pão de Açúcar, pontos de varejos que se aproximam com nosso posicionamento. Atualmente, nós só trabalhamos com o e-commerce próprio.
 
Há previsão de aumentar a quantidade de produtos e linhas?

Teodoro Brava: 
Sim, até o fim do ano, pretendemos lançar pelo menos mais um produto. E claro, seguirá a nossa proposta de reutilização de embalagens.
 
E de exportação?

Teodoro Brava: 
Obviamente é um sonho, mas daremos um passo de cada vez. Agora, estamos focados em gerar engajamento dos nossos consumidores para ganhar espaço no mercado nacional. Quando a oportunidade se aproximar, aproveitaremos.
 
Vocês acreditam que o consumidor já está mesmo mais consciente do seu papel em relação ao meio ambiente?
 

Teodoro Brava: Não temos a menor dúvida disso. Hoje, conceitos como desenvolvimento socioambiental, produção e consumo sustentáveis já fazem parte do repertório de grande parte da população. Infelizmente, o Brasil está no ranking dos países que menos reciclam, mas acreditamos que isso pode mudar com o engajamento da população, principalmente por parte dos jovens.  
 

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

BelezaInovações
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER