×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
16 de abr. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Embarques de calçados brasileiros para a Colômbia aumentam 22,9% no primeiro trimestre

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
16 de abr. de 2022

A Colômbia se consolida como um mercado de grande importância para o calçado brasileiro. Dados oficiais da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) revelaram que entre janeiro e março deste ano os embarques de calçados brasileiros para a Colômbia cresceram 22,9% em volume, com 2,5 milhões de pares embarcados.


Abicalcados


Enquanto isso, o montante de negócios cresceu a uma taxa ainda maior. A Colômbia comprou um total de 8,7 milhões de dólares em calçados brasileiros no primeiro trimestre do ano, um avanço de 40,2% em relação ao mesmo período de 2021.

"Estamos registrando uma demanda significativa dos principais players da América, que buscam substituir as importações chinesas devido aos altos custos de frete e também para evitar as sobretaxas aplicadas sobre os calçados de origem asiática", disse Haroldo Ferreira, presidente executivo da Abicalcados.

De janeiro a março de 2022, o Brasil exportou 40,74 milhões de pares de calçados, com faturamento de 320,6 milhões de dólares, um aumento de 65,8% em relação a 2021. Os Estados Unidos continuam sendo o principal destino das exportações brasileiras de calçados, com participação de mais de 30% dos negócios, seguido pela Argentina. A Colômbia subiu algumas posições e ficou em sexto lugar.

Entre as categorias que a Colômbia compra do Brasil estão calçados esportivos, sandálias e calçados formais para os três segmentos: feminino, masculino e infantil.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.